O Monaco da temporada 2016/17 encantou o mundo com o título da Ligue 1 e a campanha semifinalista na Champions League, e vários talentos individuais se destacaram naquela campanha, como Mbappé, Bernardo Silva e Fabinho. Thomas Lemar foi um desses nomes, e seu sumiço em comparação com os colegas citados acima diz tudo que você precisa saber sobre seu desempenho no Atlético de Madrid desde que foi contratado. E parece que o fim da linha chegou para o francês em La Liga. Depois de apenas um ano e meio, Simeone já fala do ponta como uma contratação que fracassou.

Lemar chegou ao Atleti no começo da temporada 2018/19, tendo custado € 72 milhões. Embora não tenha sequer completado duas temporadas em Madri, não pode reclamar de falta de oportunidades. Só em 2018/19, somou 43 jogos na temporada, entre eles 31 em La Liga e sete na Champions League. Ainda assim, segundo Simeone, falhou em impressionar.

“Os fatos falam por si só e falam melhor do que palavras. O Lemar é um jogador importante que não conseguiu desenvolver todo o futebol que tem, mas tem características que outros jogadores não tem. Espero que, quando volte de sua lesão, tenha um bom momento”, torceu.

Ainda assim, ao falar de uma possível continuidade, praticamente decretou suas pretensões de manter ou não o francês. “Agora, se o Lemar pode ou não permanecer aqui… Sabemos que os representantes trabalham muito bem. Ele muito mais jogou do que ficou no banco. Sempre fui entusiasmado por suas características, mas ele não conseguiu corresponder às expectativas.”

Nos 43 jogos que fez em sua primeira temporada na Espanha, Lemar somou apenas três gols e seis assistências. Para além dos números, o desempenho em campo foi aquém do que se esperava, especialmente diante do valor pago pelo Atleti. A prestação em 2019/20, no entanto, é ainda mais decepcionante: em 15 jogos em La Liga e seis na Champions League, Lemar não teve envolvimento direto em nenhum gol.

No mês passado, o Lyon demonstrou seu interesse em repatriar o jogador, que indicava querer permanecer no Atleti e teria rechaçado a equipe francesa. Agora, no entanto, com as palavras de Simeone e a proximidade da Eurocopa 2020 – e a sua consequente necessidade por minutos para ser considerado para a competição –, o cenário parece bastante diferente. No radar também de equipes da Premier League como Tottenham e Arsenal, a saída de Lemar soa como uma das apostas mais seguras para esta janela de transferências de janeiro.