Teddy Sheringham é um atacante inglês bastante característico dos anos 1990: grandalhão, fazedor de gols, sem ter uma técnica muito apurada, mas com um grande senso de posicionamento. Muito bom na bola aérea, se consagrou como jogador do Manchester United de 1999, quando marcou gol na final da Champions League e da Copa da Inglaterra. Aos 49 anos, atualmente ele é técnico do Stevenage, da quarta divisão inglesa. Mas a surpresa veio porque ele se registrou como jogador também.

LEIA TAMBÉM: As 10 finais mais legais da Liga dos Campeões

O Stevenage está em 20º lugar na quarta divisão inglesa, que tem 24 clubes. São 14 pontos em 16 jogos, o que os deixa 12 pontos atrás do sexto colocado, Leyton Orient, posição que dá vaga aos playoffs e uma chance de subir de divisão. A situação não é boa e daí o técnico, que foi da seleção inglesa também e jogou a Copa do Mundo de 1998, ter se registrado como jogador, ainda que muito veterano. Ele parou de jogar em 2008.

E não é só o técnico que pode jogar, já muito veterano. O assistente técnico, Kevin Watson, 41 anos, também ex-jogador e que também curiosamente parou de jogar em 2008. O mais curioso de tudo é que o Stevenage já fez isso antes, como o próprio Sheringham ressaltou quando foi perguntado sobre a inesperada notícia. O ex-goleiro Dave Beasant foi inscrito como goleiro para ficar no banco no jogo dos playoffs do clube na temporada passada, aos 56 anos. Isso mesmo: 56 anos. Não jogou, mas esteve no banco.

Será que Sheringham pode ajudar o time? Aqui você assiste e um dos gols mais importantes da sua carreira, na final da Copa da Inglaterra, em 1999.