Quem fica com Gareth Bale? O atacante galês está sem espaço no Real Madrid e sempre é especulado para deixar a capital. Os rumores mais recentes o ligam a Tottenham e Manchester United, embora tudo soe mais como especulação do que interesse de fato. Consagrado pelo Tottenham, o jogador de 31 anos é frequentemente especulado para voltar à Premier League. Para Alan Shearer, é um desperdício que um jogador com o talento do galês seja banco e torce para que ele volte à liga inglesa.

“Ele possivelmente não entraria em todos os seis primeiros colocados da Premier League, será preciso um clube rico para ser capaz de bancar o custo da transferência e um salário que leve Bale para lá”, afirmou Shearer à casa de apostas Coral. “Resta saber se os clubes podem fazer isso fora dos seus primeiros, mas ele tem que estar jogando futebol em vez de estar sentado no banco”.

“É uma pena que um jogador da sua habilidade esteja no banco ou nas arquibancadas todo fim de semana. Ele é um jogador fantástico, ainda tem muito a oferecer, ainda que seja em outro lugar”, continuou o lendário camisa 9 de Blackburn e Newcastle e que marcou época também na seleção inglesa.

“Com o dinheiro que ele ganha, os clubes serão capazes de pagar isso, ainda mais em uma situação como a que estamos?”, questionou Shearer. “Alguém com a sua habilidade não deveria estar sentado, sendo desperdiçado no banco, com sua habilidade deveria estar jogando toda semana”.

“É uma pena que ele tenha que fazer isso, e quando joga por Gales, seja 45 ou 90 minutos, ainda vai bem o bastante, ainda tem muito a oferecer”, continuou o atual comentarista. “Eu espero que em algum lugar ao longo do caminho ele possa voltar a jogar futebol e espero que seja na Premier League. Seja voltar ao Spurs, houve conversas sobre o Manchester United em temporadas recentes, mas ele deveria estar jogando em algum lugar”.

A temporada 2019/20 de Bale foi muito apagada e quase sempre no banco de reservas. Foram 20 jogos, três gols e duas assistências, mas ficou fora de quase todos os jogos importantes da equipe. No último jogo do Real Madrid na temporada, no retorno da Champions League, em agosto, o atacante sequer foi relacionado. Ele continua sendo chamado pela seleção galesa, onde é o principal jogador.

O contrato de Bale com o Real Madrid vai até 30 de junho de 2022, renovado em 2016. Nem mesmo Zidane, com quem o jogador teve ótimos momentos, conseguiu recuperar o galês. A relação está claramente desgastada entre o jogador, o clube e o técnico. A melhor solução é a sua saída, que parece ser difícil pelo altíssimo salário que o galês tem em Madri, além do custo da transferência em si.