O sábado começou com um grito de gol logo cedo. Era o Sevilla abrindo o placar precocemente no estádio El Molinón, onde enfrentou o Sporting de Gijón. A partida era válida pela décima rodada de La Liga, e era tão importante para os nervionenses, que brigam por seu espaço no topo na tabela de classificação, quanto para o time da casa, que tenta se afastar da zona de rebaixamento. O resultado, no entanto, só foi vantajoso para os anfitriões. Devido aos espaços cedidos ao longo do jogo, principalmente na primeira etapa, e as chances desperdiçadas, o Sevilla empatou com o Gijón por 1 a 1 e fez com que a outra equipe rojiblanca fugisse das últimas posições. Pelo menos de forma temporária, por depender de outros resultados desta rodada.

VEJA TAMBÉM: [Vídeo] Goleiro espanhol deu uma pertinente lição de moral ao jornalismo irresponsável

Sem vencer há sete rodadas, o time de Abelardo Fernández contou, sobretudo, com a má sorte dos nervionenses para conseguir um empate dentro de casa. Luciano Vietto foi assistido por Ben Yedder aos quatro minutos de bola rolando e abriu o placar bem cedo. Porém, os comandados de Jorge Sampaoli davam muito mole na defesa e no meio-campo, depositando toda a força no ataque e dando margem para o Gijón partir em contra-ataque vez ou outra. Mas foi trabalhando a bola com calma que Roberto Canella chegou ao ataque, mandou para Moi Gómez no meio da área, e este, por sua vez, bateu de primeira para deixar tudo igual no Molinón. Para definir o placar da partida, a qual teve bola na trave por parte dos visitantes e algumas oportunidades que não foram abraçadas.

Para o azar do Sevilla, Samir Nasri ainda se lesionou e não voltou para o segundo tempo. Vicente Iborra, porém, entrou bem em seu lugar e deu muita qualidade ao meio-campo nervionense. Além do francês, dependendo do grau da lesão, Gabriel Mercado ficará de fora do próximo confronto, contra o Barcelona, por conta de suspensão. Como se não bastassem as vaciladas ante a defesa sem muita velocidade do Gijón, ainda conseguiram ‘ganhar’ a ausência de dois jogadores importantes em um jogo os rojiblancos precisam vencer para continuar firme na caminhada pelo título. Para isso, Sampaoli precisará rever erros de posicionamento cometidos neste sábado, os quais, se persistirem, serão fatais contra o Barça.