Serie A

Quagliarella renova com a Sampdoria até 2022: “Estou orgulhoso e honrado”

Atacante, de 38 anos, tornou-se uma lenda da Sampdoria e continua no clube por mais uma temporada

Aposentadoria uma ova. Aos 38 anos, o atacante Fabio Quagliarella vai continuar a sua aventura de jogador de futebol no clube que tem brilhado, a Sampdoria. Nesta terça-feira os Blucerchiati anunciaram a renovação do jogador por mais uma temporada, até junho de 2022.

“Orgulhoso e honrado de ser considerado uma lenda da Sampdoria. Obrigado ao presidente, os técnicos e companheiros que estiveram comigo até agora. E obrigado pelos torcedores que sempre me apoiaram. A aventura continua”, escreveu Fabio Quagliarella no seu Instagram.

Quagliarella tem uma carreira longa no futebol. Revelado pelo Torino, ainda em 1999, passou por Udinese, Ascoli e teve a sua primeira passagem pela Sampdoria em 2006. Voltaria à Udinese, passaria pelo Napoli e chegaria à Juventus em 2010, quando era jogador da seleção italiana e tinha jogado a Eurocopa 2008 e esteve na Copa do Mundo da África do Sul naquele ano – em que a Itália, campeã do mundo, passou vergonha com a eliminação ainda na primeira fase.

Ficou na Juventus por quatro temporadas e conquistou três títulos italianos no período. Também conquistou duas Supercopas italianas pela Velha Senhora. Em 2014, deixou os bianconeri, mas não deixou Turim: se transferiu ao rival da cidade, o Torino. Ficou duas temporadas no clube e foi emprestado à Sampdoria em 2016. Desde então, defende os Blucerchiati e tem tido um enorme sucesso.

Quagliarella foi o artilheiro da temporada 2018/19 na Serie A, a primeira de Cristiano Ronaldo na Juventus. Foram 26 gols do atacante italiano, superando os 23 de Duván Zapata, da Atalanta, os 22 de Krzystof Piatek, que atuou por Genoa e Milan, e os 21 de Cristiano Ronaldo, que ao menos terminaria com o scudetto.

Na temporada seguinte, marcou bem menos gols, mas ainda foi importante. Foram 29 jogos, com 12 gols e cinco assistências. Na temporada 2020/21, recém terminada, foram 33 jogos e 13 gols, além de uma assistência. Foi titular na maioria dosa jogos que disputou e novamente marcou gols importantes para o time.

Nascido em 31 de janeiro de 1983, o atacante completará 39 anos ao longo da próxima temporada. Capitão da Sampdoria, ele terá mais uma temporada para fazer história.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo