Serie A

Napoli está perto de fechar com a Giorgio Armani para ser fornecedora esportiva para temporada 2021/22

Clube está próximo de fechar contrato para usar a marca EA7 Armani, que já veste o Comitê Olímpico Italiano que vai à Olimpíada de Tóquio-2020

O Napoli deve mudar a sua marca de material esportivo na próxima temporada, segundo o Napolipiu. O veículo napolitano diz que um acordo com a Giorgio Armani está muito próximo e a marca utilizada seria a EA7, que é uma linha esportiva. O clube atualmente tem contrato com a Kappa, mas vai só até o dia 30 de junho e tudo indica que não será renovado.

LEIA TAMBÉM: A temporada 1980/81 do Calcio: a volta dos estrangeiros reascendeu a Serie A

Com isso, o Napoli teria considerado até mesmo a própria fabricação de uniformes, mas surgiu a oportunidade de uma parceria com a Giorgio Armani. A EA7 será a marca da delegação italiana na Olimpíada de Tóquio, por exemplo. A marca foi criada em 2004 e traz uma das marcas mais conhecidas no mundo. Seria uma forma da marca ganhar visibilidade também em um novo mercado, de um clube profissional de futebol. Assim, o uniforme do Napoli para a temporada 2021/22 seria com essa marca.

A parceria se tornou possível porque Valentina De Laurentiis, filha do presidente do clube, Aurelio Di Laurentiis, trabalha no mundo da moda. Ela faria o contato com a marca para produção dos uniformes, com design de uma das mais famosas marcas de roupas do mundo, conhecida pela sua elegância.

A Kappa está no Napoli desde 2015. Antes, o clube teve como fornecedora de material esportivo a Macron, de 1009 até 2015. Os napolitanos também já tiveram como fornecedora a Diadora (2006 a 2009), a própria Kappa (2004 a 2006), Legea (2003/04), Diadoria (2000 a 2003), Nike (1997 a 2000), Lotto (1994 a 1997), Umbro (1991 a 1994), NR (1985 a 1991), Linea Time (1984/85), NR (1980 a 1984) e o primeiro de todos foi a Puma (1978 a 1980).


Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo