Serie A

Milan teve uma estreia discreta, mas com vitória sobre a Samp fora de casa

Um gol de Brahim Díaz, com falha do goleiro Audero, foi o bastante para o Milan começar com vitória na Serie A atuando fora de casa

O Milan estreou com vitória na Serie A, em uma atuação bastante discreta. O placar de 1 a 0 conquistado diante da Sampdoria fora de casa, no Estádio Luigi Ferraris, veio graças a um gol de Brahim Díaz, em uma falha do goleiro Emil Audero. Os dois times tiveram atuações sem brilho e ficaram devendo futebol.

Stefano Pioli armou o Milan em um 4-2-3-1, com Olivier Giroud comandando o ataque. O francês teve poucas chances e desperdiçou a melhor delas, em um lance no primeiro tempo. Ele recebeu dentro da área e finalizou mal, mas foi marcado impedimento — duvidoso, mas que prevaleceu, já que o lance não resultou em gol e, portanto, não houve VAR.

Além de Giroud, quem também estreou pelo Campeonato Italiano foi o goleiro Mike Maignan, contratado do campeão francês Lille para substituir Gianluigi Donnarumma, que foi para o PSG. Alessandro Florenzi, mais recente contratado do Milan, já estava no banco de reservas e entrou no segundo tempo. Franck Kessié e Zlatan Ibrahimovic ainda foram desfalques por lesões.

O gol saiu rápido, logo nos primeiros minutos do jogo. Davide Calabria desceu pela esquerda e cruzou rasteiro para Brahim Díaz, que chutou rasteiro e o goleiro Emil Audero falhou e não conseguiu defender: 1 a 0 para o Milan, com apenas oito minutos.

Embora tenha tido iniciativa, a Sampdoria não foi muito eficiente. Conseguiu fazer o goleiro Mike Maignan trabalhar duas vezes, com o dinamarquês Mikkel Damsgaard sendo o jogador mais perigoso do time da casa.

Giroud fez o goleiro Audero trabalhar, ainda que no lance ele tenha dominado mal e finalizado para uma boa defesa do goleiro. O impedimento foi marcado, mas caso a bola entrasse, seria um lance difícil e só mesmo com o VAR daria para ter certeza da posição.

No segundo tempo, o Milan reduziu o ritmo e tentou amenizar o jogo para levar os três pontos para casa. A atuação acabou não sendo grandes coisas, mas foi o suficiente para começar vencendo, o que é sempre importante. Para a Sampdoria, restou a frustração de um jogo pouco eficiente do seu ataque, que não conseguiu criar grandes chances. O mesmo vale para o Milan, aliás, mas ao menos os rossoneri conseguiram marcar um gol e sair com a vitória.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo