Serie A

Juventus teve consistência e Cristiano Ronaldo em alto nível para vencer a Udinese

A Juventus vem sofrendo nesta temporada para achar o melhor caminho e deixou alguns pontos pelo caminho nesta trajetória na Serie A. As variações que o técnico novato Andrea Pirlo tentou nem sempre funcionaram e o time por vezes ficou devendo. Não desta vez. Com uma formação simples, mas muito funcional, a Velha Senhora teve uma atuação muito consistente contra a Udinese, indo bem em todos os setores, e ainda contou com o seu craque sendo decisivo. Cristiano Ronaldo marcou dois gols e deu passe para outro na vitória por 4 a 1 sobre a Udinese.

LEIA MAIS:
Atalanta e Napoli goleiam, Roma vence e briga por G4 fica acirrada
Milan superou expulsão e contou com golaço de Rafael Leão para vencer Benevento
Lukaku e Lautaro tiram Inter do sufoco em virada que virou goleada sobre o Crotone

A última partida da Juve em 2020 tinha sido uma dolorosa derrota para a Fiorentina, em casa, por 3 a 0. Juan Cuadrado, expulso contra a Viola, ficou fora da partida, suspenso. Álvaro Morata também ficou fora da partida, machucado. Adrien Rabiot era outro suspenso. Já a Udinese estava sem Gerard Deulofeu, Stefano Okaka, Bram Nuytinck, Mato Jajalo e Rodrigo Becão.

A Udinese foi quem abriu o placar, em uma jogada bem trabalhada que acabou em finalização de Rodrigo de Paul dentro da área. Mas depois de colocar a bola nas redes, o que se viu foi o árbitro revisar o lance e marcar um toque no braço de De Paul na construção da jogada. O gol foi anulado.

Logo depois, a Juventus conseguiu abrir o placar. Ramsey tomou a bola, Cristiano Ronaldo recebeu pela esquerda, avançou e chutou para marcar 1 a 0 para a Juve, aos 30 minutos. O segundo gol só sairia no segundo tempo, logo no início. Cristiano Ronaldo fez o passe rápido para Federico Chiesa, que tocou na saída do goleiro para marcar 2 a 0 aos quatro minutos.

Aaron Ramsey, fazendo boa partida, marcou o terceiro gol, que acabaria anulado. Ele roubou a bola, ficou frente a frente com o goleiro, finalizou uma vez, depois a segunda, e fez o gol. Só que a revisão do VAR mostrou que a bola tocou no seu braço, o que invalidou o gol. Continuava 2 a 0.

O terceiro gol veio em uma roubada de bola no meio-campo. Rodrigo Betancur interceptou passe de Rodrigo de Paul e colocou em velocidade para Cristiano Ronaldo. O português recebeu e tocou cruzado para marcar com tranquilidade por 3 a 0. Foi o 14º gol do camisa 7, que é artilheiro da Serie A nesta temporada, dois gols a mais que Romelu Lukaku.

A Udinese tentou e chegou a acertar a trave com Marvin Zeegelaar, que escapou de Bonucci. O gol de consolação dos Friulani veio já no fim do jogo, aos 45 minutos do segundo tempo. Marvin Zeegelaar aproveitou uma confusão dentro da área para colocar na rede. Parecia que seria o placar final, mas ainda dava tempo de mais um. Danilo recuperou a bola no meio-campo e passou rápido para Paulo Dybala. O camisa 10 tocou com categoria e marcou: 4 a 1. Fechou a conta aos 48 minutos da etapa final.

A Juventus é atualmente quinta colocada na Serie A, com 27 pontos, mas tem um jogo a menos que os rivais nas três primeiras posições, Milan (37 pontos), Inter (36) e Roma (30). Caso vença o jogo a menos, pode chegar igualar a pontuação do time da capital. O problema é que o jogo é contra o Napoli, quarto colocado (28). Na próxima quarta-feira, dia 6, a Juve vai até Milão enfrentar simplesmente o líder, Milan, em um jogaço. A Udinese também sai para enfrentar o Bologna, no mesmo dia.

Ficha técnica

Classificação da Serie A

Standings provided by SofaScore LiveScore

Melhores momentos

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo