Serie A

Inesquecível: Aos 19 anos, goleiro estreia pegando pênalti e dando vitória sobre o Milan

O fim de temporada claudicante do Milan terminou com um gostinho a mais de decepção, apesar da classificação à Liga Europa. Na abertura da rodada deste domingo, os rossoneri encerraram sua participação na Serie A com derrota. Perderam na visita no Estádio Sant’Elia, superados pelo Cagliari, como não acontecia desde 1998/99. Todavia, se existe frustração aos milanistas, há o regozijo do outro lado. E o triunfo do clube da Sardenha, arrancado aos 48 do segundo tempo, dependeu muito do goleiro Luca Crosta. Em sua estreia pela Serie A, o garoto de 19 anos (formado pela própria base milanista e por lá até julho de 2016, antes de ser cedido) fez uma partidaça.

Sem a mesma badalação de Gianluigi Donnarumma e meses mais velho, Crosta ganhou uma chance de encerrar a campanha do Cagliari, sem grandes pretensões no campeonato. Graças a um belo passe de Marco Borriello, João Pedro abriu o placar para os anfitriões. E o garoto já mostrou serviço para manter a vantagem. No primeiro tempo, operou um milagre em cima da linha, com ajuda da trave. Já na segunda etapa, conseguiu pegar um pênalti, em cobrança de Carlos Bacca. A glória para o jovem.

Pouco depois, porém, o Milan arrancaria o empate. Outra penalidade para os rossoneri e, desta vez, Gianluca Lapadula converteu. Mas a tarde seria mesmo de alegria para o Cagliari. No finalzinho do jogo, já no terceiro minuto dos acréscimos, o renascido Fabio Pisacane emendou para as redes. Terminou bastante festejado. Mas a cena mais bonita ficou para o apito final, quando todos os jogadores rossoblù correram para abraçar Luca Crosta. O Estádio Sant’Elia ganhou um novo xodó.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo