ItáliaSerie A

Buffon quebra mais um recorde em uma Juventus que parece uma locomotiva na Serie A

Há 22 anos, Sebastiano Rossi, histórico goleiro do Milan, marca um recorde que parecia difícil de ser quebrado: 930 minutos sem sofrer um gol sequer. O ano era 1994 e o time do Milan era uma máquina, comandada, naquela época, por Fabio Capello. O tempo passou, as gerações também, e Gianluigi Buffon tornou-se uma lenda do futebol italiano. Aos 38 anos, quebrou o recorde de Rossi e não só passou dos 930 como estabeleceuu uma nova marca: 973 minutos sem sofrer gols. Foi na vitória por 4 a 1 da Juventus sobre o Torino, no clássico da cidade, pela Serie A.

LEIA TAMBÉM: Empate com a Roma escancara problemas da Inter em jogos grandes

O recorde é válido apenas para jogos da Serie A, é claro, uma vez que a Juventus sofreu gols nos jogos contra o Bayern de Munique na Champions League – dois em Turim e quatro em Munique. No Italiano, o recorde poderia ser até maior, porque o gol sofrido por Buffon, aos três minutos do segundo tempo, foi em um pênalti bobo de Alex Sandro. Belotti cobrou pênalti e marcou. O recorde terminou ali, com 973 minutos invicto.

Antes disso, a Juventus já tinha feito 2 a 0 no placar, com gols de Pogba e Khedira. O placar de 2 a 1 poderia ter virado 2 a 2, depois de um gol mal anulado de Maxi López. Um erro da arbitragem que poderia ter mudado o jogo. O que se viu, porém, foi mais gols da Juventus. Morata, aos 18 e aos 32, ampliou o marcador para a Juventus e fechou a conta em 4 a 1. Foi a quarta vitória consecutiva da Velha Senhora jogando fora de casa. Algo que não acontecia desde novembro de 2002.

Depois de 30 jogos, a Juventus caminha tranquilamente para o seu quinto título consecutivo. São 70 pontos, uma distância de cinco pontos, que pode ser diminuída para dois se o Napoli vencer o Genoa, ainda neste domingo. Na próxima rodada, a Juventus enfrenta o Empoli no Juventus Stadium. O Torino, que é o 13º colocado com 33 pontos, terá um jogo duro: a Inter, que ainda sonha com Champions League.

Veja os gols do jogo:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo