A Copa do Mundo permanece como um fato raro na história da seleção turca. As presenças nos Mundiais de 1954 e 2002 são as exceções. No entanto, o país constrói sua tradição na Eurocopa ao longo das últimas décadas e confirmou sua presença em 2020. Nesta quinta, a torcida em Istambul bem que esperava uma vitória sobre a Islândia para consumar o feito. De qualquer maneira, o empate por 0 a 0 foi mais que suficiente para assegurar a classificação – que, de quebra, também beneficiou a França. Será a quinta presença da Turquia no torneio desde 1996, a segunda consecutiva.

O momento da seleção turca, afinal, cria esperanças de que o país possa registrar boas campanhas nos próximos anos. A começar por seu técnico, o lendário Senol Günes. O comandante da caminhada até as semifinais da Copa de 2002 retornou à equipe em fevereiro, após um trabalho expressivo à frente do Besiktas. E os resultados são ótimos desde então. A Turquia venceu oito partidas em 11 compromissos no ano, com direito ao marcante triunfo sobre a França em junho. A única derrota havia acontecido justamente na visita à Islândia – marcada por conflitos diplomáticos na chegada dos turcos à ilha.

A campanha consistente encaminhara a classificação da Turquia. Em outubro, o time arrancou o empate contra os franceses fora de casa e se aproximou da vaga. Assim, nesta quinta, um ponto bastaria contra os islandeses. A torcida lotou a Türk Telekom Arena, em Istambul. No entanto, o placar zerado prevaleceu durante os 90 minutos. A melhor chance aconteceu aos 37 do segundo tempo. Merih Demirel apareceu espetacularmente em cima da linha para salvar uma bola de cabeça. Foi o que evitou o revés dos anfitriões e carimbou o passaporte à Eurocopa.

Dentro de campo, a Turquia conta com alguns jogadores mais tarimbados. Hakan Çalhanoglu e Burak Yilmaz são os nomes mais conhecidos entre os titulares, enquanto Emre Belozoglu é outro remanescente de 2002 que costuma aparecer no banco. Entretanto, as esperanças se depositam mesmo nos mais jovens. A começar pela dupla de zaga formada por Çaglar Söyüncü  e Merih Demiral. Os dois jovens fizeram um trabalho fantástico nestas Eliminatórias da Euro e atravessam grande fase. Passam a impressão de que garantirão a segurança defensiva da seleção por anos, se complementando muito bem, entre a técnica da revelação do Leicester e a energia do reserva da Juventus.

O restante das opções à linha de defesa concentra somente jogadores com menos de 25 anos, a exemplo de Zeki Çelik, em ascensão com o Lille. No meio, Ozan Tufan se aproxima dos 50 jogos pela seleção com apenas 24 anos, enquanto Irfan Kahveci se encarrega da armação e possui talento para evoluir. Mais à frente, ainda há a habilidade de Cengiz Ünder, outro mais conhecido por seu impacto na Roma. Os turcos poderão desfrutar dessa geração de maneira duradoura pelos próximos ciclos, mirando até mesmo as duas próximas Copas.

O reflexo dessa força veio na campanha tranquila dentro das Eliminatórias, mesmo em um grupo que poderia oferecer suas complicações. Turbulências, apenas, por conta das manifestações políticas – em meio aos ataques do governo de Recep Tayyip Erdogan aos curdos. Dentro de campo, a Turquia conquistou seis vitórias em nove rodadas. Conseguiu a vantagem no confronto direto com a França e, apesar da única derrota para a Islândia, foi responsável por eliminar a sensação da Euro 2016. O único caminho possível à classificação dos nórdicos, neste momento, é a repescagem através da Liga das Nações.

Günes, aliás, merece elogios principalmente pela solidez defensiva exibida pela Turquia nestas Eliminatórias da Euro. Também com a participação destacada do goleiro Mert Günok, os turcos sofreram apenas três gols em nove rodadas. É uma postura bem diferente do que se notava antes da chegada do treinador. Entre 2016 e 2018, os turcos acumularam resultados ruins, onde o renome de Fatih Terim e Mircea Lucescu não foi suficiente para impulsionar a equipe. A renovação necessária acontece sob as ordens de outro velho mestre e, ao que parece, permitirá ao país fazer um bom papel na Eurocopa.

Classificações Sofascore Resultados