Depois de esgotar a paciência do Newcastle e do Hull City – foi liberado desse último depois de correr menos que o goleiro durante um jogo contra o Manchester United -, Ben Arfa buscou colo no seu país natal. Acertou com o Nice, mas o seu contrato foi cancelado pela Fifa por causa de uma tecnicalidade. Sem clube, e negando os boatos de que se aposentaria aos 27 anos, o talentoso e problemático jogador está em busca de um novo desafio.

MAIS MERCADO: Schürrle é a credencial do Wolfsburg para se estabilizar como força na Bundesliga

O problema legal envolve a regra da Fifa que impede um atleta de atuar por três clubes na mesma temporada. Ben Arfa foi emprestado ao Hull City, que cancelou o negócio por motivos disciplinares. De volta ao Newcastle, atuou em uma partida pelos reservas, sabe-se lá por que considerada pela entidade máxima do futebol um “jogo competitivo”, quando claramente é um torneio para desenvolver jovens e dar ritmo de jogo a atletas machucados ou fãs de hambúrgueres.

Falta de bom senso à parte, Ben Arfa avalia as suas opções para o futuro. Poderia ficar seis meses parado e acertar com outro clube europeu, ou mesmo novamente com o Nice, mas sabe que seria difícil entrar em forma. De acordo com o seu advogado, há mais ou menos 85 ligas cujas temporadas começam no primeiro semestre de 2015 que podem abrigá-lo, inclusive a do Brasil, dos EUA, da Argentina, da China e do Catar, entre outras menos glamurosas.

“Minha passagem pelo Nice está encerrada”, disse Ben Arfa. “Mas talvez não para sempre. Agora tenho que fazer o melhor que posso para o meu futuro. A solução pode ser ir para outro país. Rússia? Eu estou pronto para ir ao Polo Norte apenas para jogar futebol novamente”.

Bom, não sabemos se com Polo Norte ele se referiu à Rússia ou realmente à casa do Papai Noel, mas o Campeonato Russo adaptou seu calendário recentemente e também está no meio da temporada. As opções mais prováveis para ele, por questões financeiras, parecem ser China ou EUA. Agora, por que não o Brasil? Pelo menos é mais quente que o Polo Norte.