Sem causar o impacto esperado até agora, Nainggolan é suspenso pela Inter por indisciplina

Meio-campista perderá o importante compromisso com o Napoli, marcado para este Boxing Day

O talento de Radja Nainggolan é inquestionável. O belga pode ser incluído entre os melhores meio-campistas da Serie A ao longo da década, especialmente pela influência sobre a Roma. No entanto, também não é segredo que a falta de disciplina e a propensão às polêmicas sempre geraram problemas ao ‘Ninja’. Sua ausência na última Copa do Mundo, barrado pelo técnico Roberto Martínez, é o maior exemplo. E a passagem do camisa 14 pela Internazionale fica comprometida por esse tipo de postura. Neste domingo, os nerazzurri confirmaram a suspensão do jogador, por indisciplina.

Em sua nota oficial, a Inter não entra em detalhes sobre o ocorrido. Apenas declara que Nainggolan está suspenso temporariamente por “razões disciplinares”. Segundo a imprensa italiana, o belga se atrasou a um treinamento, algo que tem sido seu costume em Milão. Ele também teria recebido uma multa de €100 mil em seu salário. Com o gancho dado pelos interistas, o meio-campista ficará de fora do importante confronto com o Napoli durante o próximo Boxing Day na Serie A.

O pulso firme contra Nainggolan é apontado como uma das primeiras medidas de Beppe Marotta, novo diretor da Inter. Durante sua passagem pela Juventus, o dirigente esteve relacionado a outras medidas disciplinares enérgicas. Todavia, segundo a Gazzetta dello Sport, os nerazzurri também consideram a venda do meio-campista durante a próxima janela de transferências. Antes de chegar a Milão, o Ninja tinha propostas de clubes da Inglaterra e da China. Apesar das ofertas financeiramente mais vantajosas, ele preferiu se juntar a Luciano Spalletti, seu antigo treinador na Roma. O jogador de 30 anos custou €38 milhões aos cofres interistas.

O desempenho de Nainggolan na Internazionale, entretanto, é decepcionante. O meio-campista disputou apenas 15 jogos até o momento, perdendo a titularidade nas últimas semanas. Anotou três gols pelos nerazzurri e ainda não deu assistências. Além disso, se ausentou de algumas partidas por causa de lesão. Pelo nível de investimento feito pela diretoria, é compreensível a falta de paciência com o camisa 14. E a sua falta de comprometimento durante as atividades da equipe compromete ainda o moral do belga.