Vexames

É difícil saber quem protagonizou o maior vexame da noite de ontem. De um lado, o Flamengo passou por aquele que foi um dos maiores fracassos de seus mais de 100 anos de vida, inexplicável por qualquer critério. De outro, a rede Globo de televisão resolveu admitir que o chamado “padrão Globo de qualidade” é uma memória distante do passado, e que agora quem dá o padrão é a Record, ou quem quer que tenha determinado que o brasileiro é tão idiota que acha legal parar tudo o que está fazendo para ver um cara que parece que matou a própria filha sendo preso.

Se você não pensa assim, não me preocupo com você, não, você é um idiota. Qualquer pessoa que tenha achado normal o que os palhaços (por favor, Cassiano, ou melhor, sistema, não mude) da polícia fizeram com o apoio dos palhaços da Globo para cumprir uma ordem de prisão é um idiota, e merece um chapéu escrito IDIOTA bem grande. Ordem de prisão que podia ser cumprida a qualquer hora, e que, manda o com direito, nunca é cumprida à noite, a não ser que haja urgência. Ontem, por coincidência, foi cumprida na hora do jogo, na hora da maior audiência da televisão. Palhaços!

Em qualquer país sério, uma emissora que fizesse isso seria intimada pelos representantes dos clubes, que ficariam indignados com o que foi feito ao espetáculo que a Globo comprou, mas não exibiu. E pelo Ministério Público, afinal, é bom lembrar, televisão é concessão do poder público.

Do vexame do Flamengo, o que dizer? Só se recorrermos à tiração de sarro, colocando a culpa em Caio Júnior, culpado antes mesmo de assumir por possuir um pé absolutamente gelado. Botar a culpa na descontração da equipe é o óbvio, mas convém lembrar o que já foi dito aqui nesse blog, quando da derrota para o Nacional: a torcida do Flamengo não pode ficar só com os méritos quando o time ganha. Tem que levar uma parte da culpa pelo clima de oba-oba. Pelo clima de “é campeão”. Isso, já sabemos, ninguém vai dizer. Afinal, assim como a rede Globo de televisão, a torcida do Flamengo é “patrimônio nacional”, mesmo quando seu comportamento contribui para a derrota da equipe.

Cito, mais uma vez, o Primo Albino: bando de idiotas. A idiotice é cada vez mais bem remunerada.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo