Venceu o melhor

O  Manchester United foi, no fim das contas, o merecido campeão da Premier League 2007/08. Iniciou o campeonato como coadjuvante do Arsenal de Fàbregas e até de um promissor City de Micah Richards. Mas há, na temporada, um momento especial para despontar. Com a motivação e a parte física em alta, o United decolou no trimestre dezembro-janeiro-fevereiro.

O título dos Red Devils é, também, o título de Cristiano Ronaldo. Em um torneio de 38 rodadas, todos os jogos são decisões. E Ronaldo fez 31 gols, marca absurda para um right-winger, ainda que atacante em algumas circunstâncias. Contra o Chelsea em Stamford Bridge, vale lembrar, Alex Ferguson deixou o português no banco.

O mercado do Manchester United, cabe ainda lembrar, foi cirúrgico. Se na temporada passada, Giggs e Scholes ficaram sobrecarregados, agora não. Anderson e Hargreaves chegaram para rechear a meia-central e dar fôlego para o camisa 18 de Old Trafford. Nani também teve uma boa temporada para um principiante. Por fim, o coreano Park, recuperado de delicada lesão, vem exercendo um papel taticamente importante pelo lado esquerdo do meio.

O próximo dia 21, porém, é que vai incendiar o futebol inglês. Será o tira-teima entre Blues e Red Devils. A grande oportunidade, ainda, para os londrinos esquecerem o segundo ano sem Premier League e atingirem o melhor momento de sua história. Ao United, a chance de fechar a temporada com um gostinho ainda melhor. Muito melhor. 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo