Vão fazer muita falta

Na segunda-feira à noite, um amigo veio comentar comigo as negociações do volante Cristian e do lateral-esquerdo André Santos do Corinthians com o Fenerbahçe. “Ah, o Corinthians se deu bem porque vendeu eles por bem mais do que valem. Estão em boa fase e não vão voltar a jogar tudo isso de novo”. E daí? Eles eram fundamentais no esquema do técnico Mano Menezes e vão fazer muita falta ao time.

Os dois têm 26 anos, estão no auge da forma física e jogando muito. Cristian cresceu assustadoramente nos últimos meses. Se tornou o principal jogador do meio-campo corintiano. Já André Santos teve uma queda, é bem verdade, mas nesse período defendeu a Seleção Brasileira pela primeira vez.

A questão é que hoje em dia os clubes e empresários pensam que só é possível negociar jovens atletas. E não deveria ser assim. Há cerca de dois anos entrevistei o ex-centroavante Careca. Ele me disse que atualmente é muito fácil ir para a Europa, “no meu tempo você precisava fazer carreira na Seleção para conseguir algo”. E eles só iam depois dos 25 anos, pelo menos.

Em 2010 o Corinthians completa 100 anos e terá pela frente um grande desafio, que será a Libertadores da América. Perder esses dois jogadores fará muita diferença no restante da temporada. A diretoria precisará se mexer para buscar reposições. Na esquerda, hoje, não há peças de reposição. No meio, Edu não tem o mesmo poder de marcação e Moradei e Jucilei não estão no mesmo nível – por mais que o último ainda possa evoluir bastante.

Pensando somente do lado do clube, a venda não deveria ter acontecido. Mesmo com as dívidas astronômicas do Corinthians, já que a própria expectativa do marketing corintiano é que as receitas dobrem no próximo ano. Do lado dos atletas, é difícil convencê-los a permanecer no Brasil. Certamente a proposta salarial foi altíssima, e eles vão para um clube repleto de compatriotas e com um técnico – Christoph Daum – que adora trabalhar com brasileiros.

O Corinthians perde muito com a saída dos dois. Mano Menezes terá muito trabalho para arrumar a equipe de novo.

Obs. nem entrei na questão da “fatia” dos direitos federativos deles, porque hoje em dia isso é comum no futebol. Por isso não adianta ficar lamentando que o Corinthians poderia ter ganho mais no negócio. Se não fosse por essa divisão, eles nem estariam no Parque São Jorge.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo