Um mês sem os africanos

Na edição online do Guardian de hoje, Arsene Wenger diz que acha que o Arsenal pode viver sem Touré durante a Copa Africana de Nações. Para quem não lembra, o torneio ocorre a cada dois anos, e em janeiro, no meio da temporada européia.

O Arsenal perderá Touré e Eboué. O Newcastle, por sua vez, fica sem Fayé, Martins, Geremi e Beyé. E por aívai. Na Inglaterra alguns clubes sofrem bastante, mas é na França que o estrago será maior.

Os clubes reclamam da época e da periodicidade, e a Confederação Africana responde que não dá pra jogar bola na África em julho (chuvas), e que precisa do torneio a cada dois anos para movimentar o futebol do continente.

Bom, quer saber mais sobre o assunto? Vai lá na banca a partir do dia 10 e compra a Trivela, que tem uma matéria bacana sobre isso. Enquanto isso, coloque aí sua opinião: é justo que as seleções levem os jogadores dos clubes que pagam seus salários? Ou, afinal, o dinheiro não é o único critério, e o s africanos têm o direito de ver sues craques jogando “em casa”, ainda que de dois em dois anos?

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo