Tudo certo, nada resolvido

A Liga Europa chegou aos primeiros jogos das quartas de final. E os resultados foram todos apertados. Benfica, Fulham e Hamburg venceram, mas não têm grande vantagem para os jogos de volta. Valencia e Atlético de Madrid, que empataram por 2 a 2, farão um novo confronto aberto sem nada resolvido.

O Liverpool começou bem contra o Benfica. Marcou logo a cinco minutos, com Agger, em um golaço de letra. Mas O benfica veio com tal força para cima dos ingleses que parecia impossível resistir à pressão. O primeiro tempo, ao menos, resistiu e saiu vencendo por 1 a 0.

O juiz atrapalhou um pouco os ingleses. No final do primeiro tempo, Luisão deu entrada forte em Torres, Babel não gostou e foi tirar satisfação. Colocou a mão na cara do brasileiro, que não gostou e foi para cima. Teve que ser contido pelos companheiros. O juiz expulsou o jogador do Liverpool e manteve Luisão, que recebeu amarelo. Na confusão, os dois mereceriam ser expulsos, ou, o que parece mais lógico, que nenhum dos dois fosse expulso. O juiz foi caseiro.

o segundo tempo, o jogo continuou igual. Benfica pressionando, buscando o gol. O que salvava o Liverpool era, como tem sido frequente, Fernando Torres. Ele segurava bem a bola no ataque e conseguiu algumas faltas para levar algum perigo a Júlio César. Porém, era pouco.

Em dois pênaltis – justos, por sinal -, o Benfica conseguiu a virada. Cardozo, que tinha perdido muitos gols, marcou nas duas cobranças e colocou os portugueses em vantagem para o jogo da semana que vem, em Anfield. A vitória foi merecida, porque o Benfica foi o time que mais buscou o gol e pressionou o adversário. Mas ignorar a força do Liverpool em Anfield seria inocência. O Lille que o diga.

Na Espanha, Atlético de Madrid e Valencia apenas empataram no Mestalla. Apenas para o Valencia, que empatou em casa. Porém, com o equilíbrio que marcou o jogo, é impossível dizer que o Atlético de Madrid é favorito para o jogo no Vicente Calderón.

O Hamburg sofreu, mas venceu de virada o Standard Liège na Alemanha. O time saiu perdendo, mas graças a Petric e Van Nistelrooy, conseguiu a virada para 2 a 1 e vai até Bruxelas para jogar por um empate para se classificar.

O Fulham continua surpreendente. Chegou a fazer 2 a 0 no Wolfsburg, com Zamora e Duff, e tinha boa vantagem para a segunda partida. No final do jogo, acabou toamdno um gol que pode ser fundamental para o time alemão. O placar de 2 a 1 permite que o Wolfsburg avance com uma vitória por 1 a 0 em casa.

Todos os confrontos estão indefinidos. E pelo equilíbrio mostrado nas partidas, é provável que tenhamos uma segunda rodada de quartas de final emocionante. É esperar para ver.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo