Todo mundo é culpado

É fácil ver um caso como o rebaixamento do Corinthians e apontar um responsável. Mas uma pessoa só não seria capaz de rebaixar um time que foi campeão dois anos antes. Há muita gente com participação nesta queda. Uns mais, outros menos.

1) Antiga direção + MSI
Se o Corinthians está com um time fraco, institucionalmente abalado e sem moral, é em boa parte por causa do acordo com a MSI e todas as coisas suspeitas que dele vieram. É meio óbvio isso e nem vou me estender tanto.

2) Atual direção
A atual direção errou, e muito. Primeiro, porque Andrés Sanchez fez parte do acordo com a MSI e não pode ficar de fora do item um dessa lista. Depois, porque não quis carregar o time na luta contra o rebaixamento e preferiu deixar Antoine Gebran no comando do futebol, como que querendo deixar o recado de que o novo trabalho se iniciaria efetivamente em 2008.

Além disso, insistiu em José Augusto quando o próprio treinador havia dito (e era muito claro no seu olhar) que não tinha condições de segurar a onda do time profissional. Com o técnico interino que foi efetivado, o Corinthians ganhou duas partidas de cara (uma “de verdade”, pois foi contra o Santos. A outra foi em casa contra o América-RN, o que era meio obrigação) e perdeu quatro seguidas, entrando de vez na zona de rebaixamento.

Para completar, contratou jogadores que claramente não conduziriam uma recuperação corintiana, como Aílton, Héverton, Iran e Fábio Braz. Ainda que alguns deles tenham chegado na época de Clodomil Orsi, o diretor de futebol era o mesmo até ontem. Então, não pode ser isentado desse erro.

3) Nelsinho
Depois do empate contra o Goiás, com pênalti defendido por Felipe nos minutos finais, o Corinthians estava cheio de moral. No jogo seguinte, contra o Vasco, viu-se um Corinthians inseguro, temeroso e sem ter desenvolvido uma estratégia para superar a ausência de Finazzi. O que o time fez nas duas semanas e meia que separaram esses jogos?

É responsabilidade do treinador criar um sistema de jogo e passar confiança para o time. Vasco e Grêmio não se esforçaram contra o Corinthians, mas os paulistas não tiveram o mínimo de capacidade para pressionar e fazer o gol surgir naturalmente. Com o estado psicológico em frangalhos, o Corinthians não acertava três passes seguidos. Assim, não consegue armar jogada nenhuma e não pode achar que vai ganhar jogo algum. Nos jogos contra Vasco e Grêmio, era patente a falta de opções. Tanto que os jogadores nem pressionavam no desespero, armando correria e cruzando aleatoriamente a bola na área.

Outro erro de Nelsinho foi insistir em algumas figuras, como Gustavo Nery e Aílton. Ambos forma nulos em quase todos os jogos da reta final. Nery, por ser o mais experiente e bem pago do atual elenco, seria supostamente o líder. Hahaha. Aílton estava completamente fora de contexto: foi expulso infantilmente contra o Fluminense e cometeu pênalti injustificável contra o Náutico. Para completar, Nelsinho ainda colocou Aílton em campo contra o Grêmio no lugar Everton Ribeiro, um dos poucos corintianos que criavam algo no Olímpico.

4) Jogadores (parte deles)
Os jogadores se esforçaram, é verdade. Mas não se pode generalizar. Por exemplo, Vampeta estava, no final do campeonato, em forma física tão ruim ou pior do que quando estreou, contra o Goiás no primeiro turno. Aílton também não entrou em forma. Gustavo Nery esteve alheio ao sofrimento da torcida e se contundiu coincidentemente contra o Goiás, na hora do pênalti. Assim, dá para dizer que nem todos os jogadores realmente fizeram o possível.

5) Torcida e imprensa (parte delas)
Parte da torcida e da imprensa deu suporte à MSI e venerou Kia Joorabchian. Ainda brigou com quem era contra a parceria. Assim, esses torcedores e jornalistas têm participação no item 1 dessa lista.

Agora é com vocês. Quem vocês acham que foram os responsáveis pelo rebaixamento do Corinthians. Ah, só tomem cuidado para manter a compostura, porque é para tirar sarro ou para lamentar, não para agredir, OK?

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo