Só vale (mesmo) para um

O jogo deste sábado em Rosário é fundamental para a Argentina. Se não vencer o Brasil, a Albiceleste estará seriamente ameaçada de não se classificar para o Mundial de 2010, considerando que ainda enfrenta Paraguai e Uruguai fora de casa nas últimas três rodadas.

Para a Seleção Brasileira, não há motivos para dar grande importância ao jogo, além da rivalidade histórica. Perder fora de casa para a Argentina é normal, e, a não ser que o placar seja incomum, não afetaria em nada as preparações da equipe, que deve vencer o Chile em Salvador.

Assim, não há muitas razões para a imprensa querer forçar um “clima de guerra” na partida, aumentando declarações de parte a parte. E nem para reclamar da mudança do jogo para Rosário – como se o Brasil não atuasse em estádios bem menos adequados que o Gigante de Arroyito.

Motivações à parte, o jogo se desenha interessante para o Brasil, que poderá fazer uso de seu tradicional jogo de contra-ataque contra uma defesa argentina formada por jogadores lentos. A dificuldade maior virá se o time de Dunga não conseguir tirar o adversário de seu campo em momento algum, como já aconteceu na partida de Quito contra o Equador.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo