Série B que vira A ou C

Corinthians e Avaí já estão lá. Santo André (61 pontos) quase e o Grêmio Barueri (57) muito perto. Vila Nova (55), Ponte Preta (54) e Bragantino (54) ainda sonham. O Juventude (52) depende do jogo desta noite contra o alvinegro do Parque São Jorge. A 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da segunda divisão foi decisiva.

O Ramalhão não deve deixar escapar a terceira vaga. O time de Marcelinho Carioca enfrenta Ceará (F), Criciúma (F) e Paraná (C), e como os rivais pelo acesso adoram perder pontos, é provável que, mesmo derrotado nos três jogos, ainda se classifique.

Já o Vila Nova se mostrou o maior amarelão de todos na reta final. A derrota desta terça-feira, em Goiânia, para o Barueri foi a maior prova disso. Agora necessita que o time paulista tropece em pelo menos um de seus três confrontos: Fortaleza (C), América (C) e Juventude (F) – sem contar que o Vila ainda joga com o Corinthians na próxima rodada.

Esses resultados recolocaram a Ponte Preta e o Bragantino na briga. O primeiro com muito mais intensidade, após as vitórias sobre Juventude e Bahia, ambas por 1 a 0 – comentário aqui na redação: “bem ao estilo Benazzi”. Só que a Macaca, que encara Paraná (F), ABC (F) e Criciúma (C), também precisa que o Barueri se complique em pelo menos dois jogos. O Braga torce por um milagre.

Se o cenário parece definido na parte de cima da tabela, na zona do rebaixamento as coisas estão agitadas. O CRB (24) já caiu e o Gama (34) virtualmente. Criciúma (37), Fortaleza (39), América (40) e Marília (41) são os outros postulantes às duas “vagas” restantes. ABC, Paraná e Brasiliense, todos com 43 pontos, já respiram mais tranqüilos.

Lembrando a todos que forem consultar a tabela da competição agora, que o primeiro critério de desempate é o número de vitórias.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo