São Paulo está bravo com Cuca. Por causa de Nilmar

Diretores do São Paulo estão muito irritados com Cuca. Eles detectaram que foi o treinador do Galo quem “vazou” há há duas semanas o interesse do clube por Nilmar. Acreidtam que foi uma maneira de atrapalhar a negociação, pois o Atlético também sonhava com o jogador.

Não á a primeira vez que a relação de Cuca com o São Paulo fica estremecida. Em 2008, Muricy o acusou de se oferecer ao clube quando ele ainda estava na direção. Cuca desculpou-se dizendo que havia, sim, ligado para Juvenal Juvêncio, mas que fazia isso constantemente. E não só em datas especiais, como no aniversário do presidente. Muricy, em entrevista à revista ESPN, disse que havia aceitado as desculpas e que a amizade com Cuca continuava.

De uma maneira ou de outra, atitudes que o São Paulo analisa como precipitadas continuam afastando a possibilidade de um retorno do treinador ao Morumbi. Ele é considerado competente, entendedor de futebol, mas com pouca tranquilidade. EM 2004, conseguiu bons resultados, mas fora do campo foi um desastre. Bastava uma derrota pqra que se mostrasse descontrolado, com sintomas de depressão. Gostava de estar bem com os repórteres e “distribuía” furos a todos. Confessou que tinha medo de fritura e não conseguiu segurar que tinha uma oferta do mundo árabe. A imprensa soube antes da diretoria.

Quanto a Nilmar, o São Paulo ainda tem esperanças. São poucas, pois os diretores sentiram na carne o que seus companheiros do Corinthians já sabiam: a grande confiança e dependência que o atacante tem em relação a Orlando da Hora, seu procurador. Se o acerto depende de um rompimento, é melhor esperar sentado.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo