Roma: À brasileira

por Marx de Jesus Alves Ferreira

O time mais brasileiro da Europa. A Roma pode ser definida desta maneira. Um futebol ofensivo, alegre, rápido.

Ademais, os giallorossi realmente contam com talentos brasucas no elenco. No entanto, o que mais chama atenção é a maneira de jogar do time de Luciano Spalletti.

O time joga com grande movimentação, sobretudo no ataque , que na prática não possui um típico atacante.

No âmbito “tático-numérico” seria um 4-2-3-1 , mas esse “1” é, nada mais, nada menos, que Totti.

Há que se elogiar este jogador, não só por sua mobilidade e talento para o drible e o gol, como também pelo papel tático que cumpre.

Totti, faz o popular “pião”, o pivô, sendo o ponto de referência para os rápidos contra-golpes, puxados por Mancini e Taddei. Outrossim, nesta temporada chegou Giuly, dando mais uma opção para o time da região do Lácio.

Enfim, mesmo com alguns pontos falhos, esse esquema encanta os amantes do futebol ofensivo. Por vezes, a Roma é surpreendida
com as laterais desguarnecidas, também sendo surpreendida no contra-golpe, sua própria arma.

Mas não significa dizer que tal esquema não possa ser aperfeiçoado, pois esse futebol à brasileira, com bola de pé em pé, não deve ser abandonado, mas sim mesclado à marcação tipicamente italiana, dando um toque ainda mais latino ao calcio da equipe.

Que continue entusiasmando os fãs do futebol ofensivo!

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo