Retranca do Chelsea e dois erros do Barcelona

1) O Chelsea assumiu uma postura de time pequeno, com uma retranca suíça. Houve jogadas em que havia nove jogadores e mais o goleiro na área.

2) O Barcelona cometeu um erro tático: não abriu o jogo, não aumentou o campo. Fico imaginando se em lugar de Pedro estivesse o Neymar. Podem me crucificar, mas para a situação específica do jogo, para abrir a defesa, para ganhar espaços na área, o Fernandinho seria uma ótima subsituição.

3) O Barcelona cometeu um erro técnico: seu time é maravilhoso, mas não tem um definidor de alto nível. Talvez isso faça com que seu toque de bola seja aperfeiçoado, mas – e isso ficou claro contra o Chelsea – não adianta bater recordes de possessão e bola se não fizer o gol. Um centroavante de alto nível faria os gols que Sanchez perdeu., E aquele ultimo, do Busquets, então.

 

CORREÇÃO – 1) Troque time pequeno por time inferior tecnicamente. A verdade é que achou um jeito de atuar contra o maior poderio técnico do Barça. Povoou o meio e a defesa, ao contrário do Santos, que jogou com três zagueiros e deu espaço para o Barça jogar. 

CORREÇÃO – 2 – É lógico que Messi é um definidor maravilhoso. Extremamente técnico. Mas  faltou alguém para empurrar a bola para dentro. Imaginem um definidor como Romário ou Ronaldo. A bola na trave teria entrado. Outras, também.     

 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo