Quanto tempo…

Há cinco anos, se alguém me dissesse que, em 2010, Ronaldinho Gaúcho seria especulado como novo reforço do Los Angeles Galaxy, eu diria que essa pessoa estava louca. Pois o futuro nos prega cada peça…

Em 2004 e 2005, Ronaldinho estava no auge da carreira, eleito por duas vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa. Em 2010, o meia está em uma fase decadente. Após não ser convocado para o Mundial, o jogador tem tido sua saída do Milan constantemente debatida, e a imprensa norte-americana, agora, diz que ele poderia ser trocado por Landon Donovan (clique aqui para ler o excelente artigo do LA Times).

Duvido que ele vá se transferir para a Major League Soccer agora. Apesar de não ser mais o mesmo jogador de outrora, Ronaldinho, aos 30 anos, ainda tem muita lenha para queimar. Se sua última temporada na Itália não foi brilhante, está longe de ser rotulada como ruim.

O grande problema, e isso parece óbvio para a maioria, é a disposição dele em ser um jogador de futebol profissional. Festas, shows, pagodes… a vida parece lhe oferecer mais atrativos longe do esporte do que em um estádio de futebol.

Nada contra, afinal, cada um faz o que bem entender com sua vida. Mas, para quem gosta de futebol, é triste ver que um jogador, que chegou a ser comparado com Maradona, não ocupará na história o lugar que mereceria pelo futebol que tem.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo