Provocação ou apenas um mal-entendido?

Futebol e política possuem uma relação tênue. Quando o assunto é política internacional, então, as relações ficam ainda mais complicadas. Neste final de semana, um jogador saudita gerou uma grande confusão ao comemorar um gol exibindo uma camiseta que, teoricamente, tinha teor político.

No sábado, pelos playoffs de classificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia, o Esteghlal recebeu em Teerã o Al-Ettifaq, da Arábia Saudita. A partida foi vencida pelos iranianos por 3 a 1, que garantiram vaga na principal competição de clubes do continente. No entanto, o gol marcado pelos sauditas chamou toda atenção.

Yousef Al-Salem anotou o tento de empate do Al-Ettiqaf aos 14 minutos do segundo tempo e, na comemoração, levantou a camiseta de seu clube e mostrou outra, por baixo, com o escrito F16.

Recentemente, a Arábia Saudita adquiriu dos Estados Unidos esse modelo de avião. Por conta disso, o presidente da Comissão de Esportes do Parlamento do Irã, Ali Reza Dehghan, pediu à Federação Iraniana de Futebol que proteste na Fifa contra o jogador. “Se no futebol isto é permitido, então os jogadores iranianos podem escrever Shabab 3 na camiseta. Ao menos é um produto nacional”, completou Dehghan, referindo-se a um míssil produzido em território iraniano.

Só que Al-Salem, um atacante de 26 anos, com passagem pela seleção e no clube desde 2009, veste a camiseta com o número 16 há um bom tempo. E por conta disso, leva o apelido F-16…

Os sauditas são os principais aliados dos Estados Unidos no Oriente Médio, mesmo tendo uma ditadura monarquista extremamente repressora – aparentemente, para os norte-americanos, há ditaduras e ditaduras com petróleo. Já os iranianos, hoje, são a personificação do mal para os estadunidenses por causa de seu programa nuclear.

Abaixo, o vídeo com o lance polêmico.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo