Profissionalismo zero

Fred nunca jogou o que dele se esperava. Fez meio bom campeonato pelo Cruzeiro, foi para o maior time da França com a esperança de ajudá-lo a superar as fronteiras nacionais e, com o tempo, foi desaparecendo. Mesmo assim, julga-se apto a dizer que “seu ciclo” no clube se encerrou, tentando jogar a culpa por isso no competente Aulas, presidente do Lyon.

Ao que se sabe, o ciclo de Fred no Lyon não chegou a começar. Sua atitude junta-se a tantas outras de brasileiros que não sabem bem que jogar futebol é uma profissão, e que além de jogar bola e sair com a mulherada há uma série de obrigações envolvidas nisso.

O modelo mais próximo parece ser Adriano. A diferença é o futebol que o “Imperador” pelo menos chegou a mostrar antes de “pirar”. Fred, infelizmente, está mais para Marcelinho Paraíba.

“Quero deixar o Lyon”, declara Fred

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo