Pouca bola na Mostra de Cinema de SP

De hoje até o dia 30 de outubro, os 453 filmes que integram a programação da 32ª Mostra Internacional transformam São Paulo na capital mundial do cinema. Em meio a produções que contemplam 76 países, é inegável a frustração entre os aficionados por futebol que esperavam pela inclusão de Maradona by Kusturica, cineperfil de Dieguito pelas lentes do grande diretor bósnio, detentor de duas Palmas de Ouro do Festival de Cannes. Aliás, o evento francês foi justamente o palco da première mundial do documentário sobre o craque argentino, que esteve presente na Croisette para ajudar na divulgação. Em declarações feitas na coletiva de imprensa, Maradona não conseguiu evitar as farpas sobre Pelé. Afirmou que, se ele (Maradona) não tivesse cometido tantas besteiras ao longo da carreira, o Rei não teria chegado “nem a segundo melhor jogador do mundo”.

Em 2006, o atual astro do showbol já havia sido personagem da Mostra em outro documentário: Amando Maradona, de Javier Vasquez. O filme é uma espécie de resposta argentina para o nosso Pelé Eterno. Apesar de apresentar um rico material de arquivo, com imagens pouco conhecidas por aqui da passagem de Diego pelo Barcelona, o filme peca pela relação “chapa-branca” entre diretor e retratado. Além disso, é constrangedora a insistência dos realizadores em caricaturar o Rei de forma pejorativa (quando não grosseira), de modo a celebrar a suposta superioridade do argentino. Provavelmente por isso, Amando Maradona nunca foi lançado comercialmente no Brasil, permanecendo inédito também em DVD.

Para minimizar as urticárias dos cinéfilos da Mostra ávidos por futebol na tela grande, a indicação isolada fica por conta de RockNRolla – A Grande Roubada, de Guy Ritchie. O diretor do visceral Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes (ou simplesmente “o marido da Madonna”) constrói agora um intrincado jogo de interesses envolvendo um magnata russo de escusa procedência, que encomenda a um mafioso britânico a construção de um estádio de futebol em Londres. Em tempos de Abramovich e banalização de novas arenas, o enredo, mais do que atual, destila o conhecido humor negro e corrosivo de Ritchie, já visto no anterior Snatch – Porcos e Diamantes. Gerard Butler, Thandie Newton e Tom Wilkinson integram o elenco.

Serviço:
RockNRolla – A Grande Roubada
(ING, 2008, 114 min., Classificação indicativa: 16 anos)

Sessões: dia 17, às 22h20 (Cine Bombril 1); dia 20, às 21h30 (Cidade Jardim 5); dia 21, às 16 horas (Frei Caneca Unibanco Arteplex 1); dia 23, às 14 horas (Espaço Unibanco Pompéia 1); e dia 30, às 17h20 (Espaço Unibanco Augusta 3).

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo