Polêmicas e polêmicas

Pra quem diz nos comentários que o meu negócio é polêmica, acho que cabem alguns comentários:

1- Há polêmicas e polêmicas. Há as inteligentes, que nos fazem pensar sobre algum assunto que, tradicionalmente, é tratado superficialmente. E há as mainardianas, ou miltonevianas. Essas últimas são aquelas que não têm nenhum fundamento, que se colocam só pra causar confusão e garantir Ibope.

2- Futebol envolve paixão. Assim, polêmicas do segundo tipo que envolvam o futebol brasileiro dificilmente aparecerão na Trivela. Aquela frase bombástica, só para irritar e fazer as pessoas comentarem, isso é apelação. Se derem uma olhada nas “polêmicas” que eu levantei sobre futebol brasileiro, vão ver que nenhuma é desse tipo. Há fundamentos para dizer que o time do Flamengo é bom; que Rogério Ceni gosta de “ficar bem” com a torcida; e que Alex Silva é um péssimo zagueiro.

3- Quanto ao futebol italiano, aí é diferente. Por mais que a gente goste, e eu gosto, não se torce apaixonadamente por um time italiano como se torce por um de nosso próprio país. Aí eu “apimento” mesmo: provoco os nossos “italianistas”, até para estimular as pessoas a debaterem os “futebóis” do mundo. É uma polêmica artificial, provocada, mas não tem o espírito mainardista pelo simples fato de que não mexe com o coração, mas sim com a razão.

4- A regra de ouro por aqui é a “regra Mili Lacombe”: só dizemos o que estamos preparados para defender em cadeia nacional de televisão.

É importante lembrar, porém, que o formato blog é relativamente novo no mundo, ou seja, está em constante aperfeiçoamento. Portanto, todos os comentários, mesmo os irados, são muito bem vindos. O espírito é esse: o blog é o espaço que a gente faz junto com o leitor, portanto, é onde o leitor mais manda.

Faz sentido?

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo