Pode ser sério?

Vence nesta semana o prazo para Adrian Mutu entregar ao pobre Chelsea € 17 milhões, ou parar de jogar futebol. No momento em que escrevo, ainda não se sabe o que acontecerá se o atacante da Fiorentina fizer o mais provável, e não pagar os Blues. Em tese, pela decisão do TAS, tem que abandonar o futebol.

Para quem não se lembra, Mutu foi demitido do Chelsea em 2004, depois de seu exame antidoping dar positivo para cocaína. O jogador ficou um ano suspenso, e, quando pôde voltar, assinou com a Juventus.

Á época da punição, não me lembro bem por que, achei que era justa. O jogador deu causa ao rompimento de seu contrato, e o clube teve prejuízo com isso. Claro, pensando bem, ainda assim a multa é absurda. Deixando de lado a questão humana, até do ponto de vista econômico o valor é totalmente despropositado, e os Blues não têm como demonstrar que o rompimento do contrato causou prejuízo desta monta.

Do ponto de vista humano, então, a questão beira a surrealidade. O jogador é flagrado depois de consumir drogas e, ao invés de receber apoio para não mais usá-las, é mandado embora. E processado. E, possivelmente, impedido de exercer sua profissão. 

Não há nenhuma maneira de achar que isto faz sentido.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo