“Pede para sair” da semana

A regra é clara, já dizia Capitão Nascimento: não aguenta, pede para sair. Pois foi o que alguns jogadores fizeram nesse final de temporada, cansando de defender seus atuais clubes e buscando “novos desafios” (também conhecidos como “quero um time que brigue pelo título” ou “quero ganhar mais”, entre outras variações).

Sergio “Kun” Agüero foi um dos que pediu para sair. Cansou de esperar o Atlético de Madrid conseguir algo mais do que uma vaga na Liga Europa e quer ir para um time que, enfim, dispute títulos. Só que aí quem se mostra interessada? A Juventus. Logo ela, que terminou fora até da zona de classificação à Liga Europa. E dizem que está perto de acertar…

Os Colchoneros pediram para Diego Forlán sair. E o atacante estava de malas prontas para o Qatar, onde assinaria com o Al Wasl por milhões e ainda seria “treinado” por Diego Maradona. Só que o Atlético de Madrid não aceitou a proposta. O São Paulo ainda tem esperança de contratar o atacante. Mas aí falta só acertar com o Atlético, etc, mas isso é detalhe.

Outro que pediu para sair foi Carlos Tevez. Ele disse que disse que não quer mais o Manchester City, mimimi e etc e tal. Então, a Juventus veio com uma proposta salarial de € 20 milhões por ano. Tevez prontamente recusou. É, então, aí fica difícil, amigão. Resta saber se a Internazionale ainda aceita fazer uma oferta pelo atacante. Ou ele vai acabar em Eastlands mesmo, jogando a Liga dos Campeões e dizendo que ama o City, aquelas coisas.

E Radamel Falcao, do Porto? Depois de marcar incríveis 17 gols na Liga Europa, o atacante poderia trocar a possibilidade de disputar, e bem, a Liga dos Campeões pelo campeão português Porto para juntar-se às lamentações do Tottenham em jogar a Liga Europa. Dizem que os Spurs estão prontos para pagar os € 30 milhões da cláusula de rescisão.

Outro clube que briga pelo atacante colombiano do Porto é o Arsenal. Assim, Falcao ganharia a opção de também lamentar a eliminação precoce na Liga dos Campeões, com o capitão Cesc Fàbregas machucado e o atacante Robin van Persie sendo expulso infantilmente. Oitavas de final, tá bom para você, Falcao?

Leandro Damião está bem cotado no mercado internacional. Dizem que o Manchester United está de olho no atacante, assim como o Arsenal e, pasmem, o Barcelona. É, amigos, as especulações dão conta que esses clubes estariam dispostos a pagar nada menos do que € 20 milhões para levá-lo à Europa.

O Newcastle está tentando usar o dinheiro recebido por Andy Carrol em janeiro. O nome da vez é Charles N’Zogbia, que já jogou pelo clube. Afinal, quem quer brigar para não cair no Wigan, né (não importa que o Newcastle disputou a segundona há dois anos)?

O Liverpool quer a contratação de mais britânicos para o elenco – já que é um país que o talento jamais para de aparecer – e trata de forçar a barra para Stewart Downing não renovar com o Aston Villa. Os Reds estariam dispostos a pagar € 15 milhões pelo jogador.

O Chelsea sonhava com a volta de José Mourinho. Como é um sonho distante, pensou em André Villas-Boas. Como ele não sairá do Porto, pensou em Guus Hiddink. Como não se sabe se ele poderá sair, quem pode pintar mesmo no Stamford Bridge é Harry Redknapp, do Tottenham, naquele famoso “só tem tu, vai tu mesmo”.

Na Internazionale, surge o interesse em contratar Gael Clichy, do Arsenal. O lateral esquerdo ficará sem contrato. Isso porque o time tem Yuto Nagatomo. Mas porque colocar o japonês, em ascensão, ao invés de um francês razoável, não é?

Aliás, dizem que Samuel Eto’o está inadaptado a Milão. Por quê? As ofensas racistas que o jogador tem enfrentado o incomodam, segundo se especula. Por isso, Massimo Moratti até já teria aceitado vendê-lo, desde que o preço corresponda à sua excelente temporada. Só que o presidente interista teme a reação dos torcedores e tenta manter o atacante. Dizem que Mourinho e o Real Madrid estão de olho.

Um outro jogador que pode deixar os nerazzurri é o meia Wesley Sneijder. Com o interesse de vários clubes, Moratti teria estabelecido o preço de € 40 milhões pelo camisa 10. Dizem que quem pretende pagar para ver é Alex Ferguson, do Manchester United.

O Arsenal sabe que precisa de títulos para aliviar a pressão. Para isso, pensa em trazer mais ginga, malandragem, traquejo ao elenco. Aquela malemolência, sabe como é? É por isso que Arsène Wenger está atrás de um nome: Samba. É, isso mesmo, Christopher Samba, zagueiro do Blackburn. Wenger, devo dizer que você está fazendo isso errado!

A Roma, que tem dono novo, deve ser um dos clubes italianos bem ativos no mercado. A começar pelo técnico. Se Carlo Ancelotti não está muito à vontade para voltar à Itália, os giallorossi pensaram em um nome: Luis Enrique, ex-jogador do Barcelona e que dirigiu o time B do clube. Uma aposta em um novo Guardiola? Bom, para quem quer ser sexto lugar, parece até condizente mesmo. OH WAIT, eles querem melhorar o clube!

Não é só no banco que a Roma pretende se reforçar, claro. Por isso, Marco Amelia, reserva do gol do Milan, pode ser o nome para assumir a camisa 1. Mas para que um goleiro, se há um confiável Doni no gol? Ah, é porque dizem que o Doni pode pintar… no Corinthians. É, aquele time mesmo de onde ele saiu corrido.

O Liverpool estaria de olho em um lateral esquerdo. Quem? O Benfica diz que é Fábio Coentrão, destaque do time e da seleção portuguesa na Copa do Mundo. Só que o preço não é convidativo. Resta saber se os dois times encontrem um equilíbrio satisfatório a ambos.

Por fim e muito menos importante, o técnico Javier Aguirre quer “mexicanizar” o Zaragoza. Para isso, três jogadores são algo: Pablo Barrera, do West Ham, Efraín Juárez, do Celtic, e Carlos Vela, do Arsenal. Tudo para “reforçar” a equipe espanhola. Contrata o Ligeirinho também, assim ao menos o time já sai na frente.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo