Os líderes não deixam

Bola alçada na área, disputa aérea por ela, que vai entrando… até que Nei trata de exibir sua “habilidade” como goleiro. Justa e obviamente, vem o cartão vermelho. E mais: Bruno César converte o pênalti, e garante um empate muito útil para o Corinthians. Garante? Não, depois que Paulo André comete falta, é expulso, e Andrezinho marca, de falta, o gol do 3 a 2 colorado.

O emocionante final de partida no Beira-Rio dá uma ideia de como a situação dos líderes muda rapidamente no Campeonato Brasileiro – ainda que, ao contrário de há algumas rodadas atrás, o grupo de quem disputará o título já pareça mais definido. Se o Corinthians caiu e o Fluminense vinha em queda, o Cruzeiro iria aproveitar, certo? Errado: a vitória santista foi categórica na Arena Barueri.

Sorte do Fluminense, que novamente se recuperou, venceu o Vitória e voltou à liderança. Por quanto tempo? Sabe-se lá. Afinal de contas, a situação na parte de cima da tabela não se estabiliza porque os líderes não deixam.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo