Obertan: promessa nos Red Devils

Achar um substituto para a contratação de Cristiano Ronaldo não será tarefa fácil para o treinador Alex Ferguson. O melhor jogador do mundo foi para o Real Madrid na transação mais cara do futebol. Aos poucos, o time inglês vai anunciando alguns jogadores para suceder o português. O primeiro foi o equatoriano Antonio Valencia, que veio do Wigan, e foi um dos melhores jogadores jovens da última Copa do Mundo. Além de Valencia, os Diabos Vermelhos contrataram o antigo prodígio Michael Owen, que depois de sucessivas lesões nunca mais foi o mesmo desde que tornou o melhor jogador da Europa em 2001.

Depois de Valencia e Michael Owen, a diretoria anunciou o jovem francês, Gabriel Obertan, por quatro temporadas. O atacante de 20 anos é a nova esperança do futebol gaulês. Passou por todas as seleções de base, pertencia ao Bordeaux e estava emprestado junto ao Lorient, nos últimos seis meses. Obertan disputou mais de 60 jogos na liga francesa e Ferguson já estava de olho no jogador há bastante tempo. Só que só foi possível agora a transferência.

O valor pago pelo United gira em torno de € 3 milhões. Mesmo tendo atuado em várias partidas no Campeonato Francês, o atacante não marcou muitos gols. Suas características são de ponta, muito veloz e habilidoso, e às vezes muito individualista, Obertan, de acordo com alguns jornais ingleses, relembra Cristiano Ronaldo quando chegou a Old Trafford, juntamente com o volante Kléberson, depois da Copa da Coreia e Japão. Comparado a Ronaldo, o jogador também já sofreu comparações a Zinedine Zidane e Thierry Henry, mas a principal inspiração do jovem atleta é o brasileiro Rivaldo.

Gabriel deu seus primeiros chutes em um pequeno clube de sua terra natal, Pantin, distrito de Paris. Alto e magro, o desengonçado atleta começou a carreira na defesa. Aos 13 anos, pensando já na carreira, o jogador migrou para o Paris FC. Depois de um ano, rumou ao rival, ao poderoso Paris Saint Germain. No clube da capital, o jogador não teve tantas oportunidades e saiu da equipe. O destino foi para o Clairefontaine, um centro de formação para jovens jogadores.

O jogador alto e magro, ganhou corpo, hoje 1,86m e 79kg. Da defesa foi jogar no ataque, caindo pelas pontas. O meia-atacante começou a despertar interesses das grandes equipes do futebol francês. As boas exibições o levaram a seleção sub-16. Logo na estreia, o jogador foi decisivo na conquista do torneio Val-de-Marne, vencendo na final Portugal por 3 a 2. Depois do título, o jogador passou a integrar as camadas jovens do Bordeaux.

Contrato profissional

Obertan chegou ao Girondins na temporada 2005/06, ainda treinado pelo brasileiro Ricardo Gomes. Foi por lá que assinou seu primeiro contrato profissional ao completar seus 18 anos. Sua estreia pela equipe na Ligue 1 aconteceu diante do Valenciennes, na vitória de sua equipe por 1 a 0, no dia 30 de setembro de 2006.O primeiro gol no campeonato foi marcado na vitória de sua equipe por 2 a 0 sobre o Saint Etienne, no dia 22 de abril de 2007. O treinador brasileiro saiu para a entrada do ex-zagueiro dos Bleus, Laurent Blanc. Mesmo assim as oportunidades para o jogador foram aumentando, incluido participação na antiga Copa Uefa. Embora as oportunidades tenham aparecido, o jogador não soube aproveitar e ao longo das temporadas, o sucesso que havia sido meteórico transformava em pequenas aparições.

Cada ano, o número de jogos do jogador diminuía. O amadurecimento ainda não tomava conta do jogador. Com poucas chances no Bordeaux, mas com um potencial enorme pela frente, a diretoria decidiu emprestar o jogador para o Lorient, treinado por Christian Gourcuff, em janeiro de 2009. Marcou apenas um gol em 15 partidas pelo time de Gourcuff.

Na reta final do Campeonato Francês, o jogador foi convocado pelo treinador da seleção sub-21, Erick Mombaerts, para a disputa do torneio Esperanzas de Toulon. Em casa, a França precisava reconquistar a hegemonia perdida nos últimos anos. Obertan era o destaque da seleção no torneio, mas não foi suficiente para conquistar o título em territórios franceses. A França perdeu para o Chile por 1 a 0, na final. Mesmo com a derrota, Gabriel foi escolhido o melhor jogador da final.

Se a situação de Owen não é tão favorável pelas várias contusões e a reputação de um jogador equatoriano não é das mais altas, cabo ao jovem francês a dura missão de substituir Cristiano Ronaldo. Talento ele tem, falta apenas dar ao garoto oportunidade e tempo para chegar, quem sabe, perto do português.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo