O inimigo da vez

Ao marcar o gol da virada do Chelsea no sábado, Frank Lampard correu em direção a Felipão. Uma demonstração inequívoca, como disse o Bertozzi alguns posts abaixo, de que o grupo está com ele. O grupo todo? Bem, pelo jeito, menos Drogba.

Convém lembrar que é uma constante nos trabalhos de Felipão ter um expoente da equipe deixado de lado: Romário no Brasil de 2002 e Vitor Baía em Portugal são bons exemplos. Seria Drogba o “inimigo comum” que Felipão estava procurando para unir o resto do grupo em sua tão decantada “família”? A conferir.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo