Newcastle: Descobrindo um ídolo

por Moacir Chamusca

– Ei vô, posso te fazer uma pergunta?

– Claro meu neto.

– Quem são seus maiores ídolos no futebol? São também Ronaldinho Gaúcho e Cristiano Ronaldo?

– Oh Binho, sou de uma fase mais longínqua do esporte bretão. Pra você ter uma idéia, até vi o meu Newcastle ser campeão.

– Newcastle? O time de Owen? Quem é doido de torcer para um time desses, sai pra lá vô. Gosto de clubes que ganhem campeonatos. Imagina se eu vou torcer para alguém que não ganha nada? (risos)

– Owen? Não chega aos pés dos atacantes que eu vi vestir o manto alvinegro, meu neto. Queria que você tivesse visto Malcom MacDonald, Jackie Milburn, Jorge Robledo e principalmente Alan Shearer honrando os Magpies, fazendo arrancar sorrisos deste velhinho que aqui lhe fala.

– Tem vídeos desses caras no Youtube? Não existe forma melhor de saber se alguém joga bem do que ver um vídeo dele no Youtube, principalmente de dribles desconcertantes.

– You o quê? Não sei o que é isso, não.

– Youtube, vô, internet! Alô, Terra chamando!

– É que no meu tempo não existiam essas modernidades. Para saber se alguém é bom de verdade, tínhamos que ir no estádio, acompanhar de perto as jogadas dos nossos ídolos, e não apenas ver vídeos.

– Humm, sou mais meu Youtube mesmo, mas deixa isso pra lá. Me fala mais sobre esse Shearer, ele se aposentou há pouco tempo, né?

– Foi, infelizmente, porque ainda tinha futebol para estar em campo. Você precisava ver, Binho, nunca vi atacante melhor que ele.

– Ele sabia driblar, dar elástico, passar a bola virando a cara?

– Que nada, fazia coisa muito melhor: gols a rodo, tantos, que é o maior artilheiro da história do Newcastle e da Premier League.

– Gols? Eram bonitos pelo menos?

– A maioria não, mas eram importantes por demais, faziam com que eu saísse feliz do St James quase todas as vezes que ia.

– Como ele jogava?

– Ele era forte, cabeceava bem, concluía ao gol de formas inimagináveis e tinha uma bomba letal de perna direita. Acima disso, Shearer era um grande profissional e amava a camisa que vestia, nunca faltou empenho e garra dele em campo.

– Cabeceio, chute.. não sabia driblar?

– Que nada, se posicionava tão bem que nem precisava desse recurso.

– Gostei desse jogador não. Vou é jogar meu Playstation agora.

– Oh fica mais um pouco, tenho tantos jogos do Newcastle para te contar.

– Depois vô, depois. Vou criar esse Shearer agora lá no meu W11, quero ver se ele não aprende a jogar bonito.

– Essa juventude…

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo