Muito superior

Uma mão está na taça, mas o Inter tem que evitar um grande inimigo antes de colocar a outra: a euforia. O Colorado foi muito superior ao Chivas no México, venceu com folga e mostrou, na virada, maturidade gigantesca. Só se achar que já é campeão é que o time de Celso Roth poderá perder. O que provavelmente não acontecerá.

A vitória desta quarta veio naturalmente: o talento dos jogadores do Inter se impôs porque o esquema de jogo do time facilitou; porque o ambiente no elenco é bom; porque o treinador sabe fazer render seus atletas. Roth acertou em quase tudo, inclusive em consertar o erro – Everton – que cometeu. E, se o título vier, terá parcela gigantesca dos méritos.

Dois dias seguidos com futebol para frente e bem jogado! Ah, como é bacana esse tal futebol.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo