Meia vitória

O conselho estratégico da Uefa se reuniu nesta segunda para discutir as mudanças propostas por Michel Platini para a Liga dos Campeões, e, a julgar pelo que foi relatado a agências internacionais por fontes da entidade, o francês teve apenas uma meia vitória.

A idéia de aumentar o número de vagas diretas na fase de grupos para campeões nacionais, de forma a ampliar a variedade de países representados, foi bem recebida. Por outro lado, não agradou nada a proposta de dar espaço na LC a vencedores de copas nacionais.

A decisão definitiva sobre o esquema de vagas para a LC de 2009 a 2012 sai no começo de dezembro, mas é provável que seja ratificada a fórmula sugerida por Platini, com uma alteração: em vez dos vencedores de copas, outro time do campeonato nacional.

O modelo deve satisfazer a todas as partes, já que os campeonatos mais fortes não perdem vagas, como se imaginava a princípio. As grandes ligas nacionais saem como as principais vencedoras da discussão.

O esquema a seguir (frise-se, é apenas minha suposição) representa a provável LC:

Fase de grupos
(22 vagas diretas)

1º a 3º no ranking: 3 times cada
4º a 6º no ranking: 2 times cada
7º a 12º no ranking: 1 time cada
Atual campeão (ou campeão do 13º no ranking): 1 time

Fase preliminar, chave dos não-campeões
(16 times, duas eliminatórias, 4 vagas para os grupos)

1º a 3º no ranking: quarto do campeonato
4º a 6º no ranking: terceiro do campeonato
7º a 16º no ranking: segundo do campeonato

Fase preliminar, chave dos campeões
(39 ou 40 times, três eliminatórias, 6 vagas para os grupos)

13º (ou 14º) a 52º no ranking: campeões nacionais

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo