Macheda: jovem talismã

O sonho de conquistar quatro títulos, Campeonato Inglês, Liga dos Campeões, Copa da Inglaterra e Copa da Liga Inglesa, na mesma temporada foi por água abaixo. O Manchester United foi eliminado nos pênaltis ante o Everton nas semifinais da Copa da Inglaterra. No Campeonato Inglês, a situação também não é uma das mais confortáveis. Depois de liderar boa parte da competição, os Red Devils veem ameaçado o primeiro posto e só não perderam a posição porque um jovem das divisões de base do clube salvou a equipe nos dois últimos jogos.

Federico “Kiko” Macheda teve uma estreia memorável no time principal. Ele marcou nos acréscimos o gol da vitória de seu clube sobre o Aston Villa por 3 a 2. Além do gol, impediu que o time sofresse sua terceira derrota seguida no campeonato e ainda por cima selou a reviravolta que deixou seu clube numa condição mais confortável na liderança. Depois da partida ouviu muitos conselhos do técnico Alex Ferguson. “Kiko foi muito bem na partida, mas agora ele precisa de ter os pés mo chão. A partir de segunda feira vai haver uma enorme quantidade enorme de propostas publicitárias e ele precisa saber lidar com isso”, disse o experiente treinador.

No outro dia, após o jogo contra o Villa, o atacante de apenas 17 anos ficou mais popular. Ele que tinha menos de 700 “amigos” no Facebook do United, passou para mais de 88 mil. A vida mudou, maior visibilidade, maior salário.

O faro de gol e o oportunismo são características desse italiano. Para os que não conhecem, ele vem chamando bastante atenção, mas para os que convivem com ele, esse estilo goleador é normal. O brasileiro Rodrigo Possebon, ex-meia do Internacional que atua no Manchester United, disse em entrevista à Trivela que Macheda não é mais surpresa para eles.

“De maneira alguma foi surpresa para nós. Todos já esperávamos. Ele é um jogador que marca muitos gols, sempre marcou, quando jogava na equipe B, ele fazia gols direto. É uma coisa natural dele, algo que ele vai levar pro resto da vida”, disse Possebon.

O jogador surgiu nas divisões de base da Lazio e chegou ao United em setembro de 2007, mas assinou o contrato profissional um ano depois, em agosto de 2008. Começou no time sub-18, treinado por Paul McGuinness e depois começou a ser usado regularmente no time reserva dirigido pelo ex-atacante do clube, o norueguês Ole Gunnar Solskjaer, por seu faro de gol. Na partida antes da estreia no time principal, contra os reservas do Newcastle, Kiko marcou três gols no empate por 3 a 3.

A Lazio acusa o Manchester de ter roubado o jogador. O presidente do clube romano, Claudio Lotito, assegurou que o clube inglês ofereceu postos de trabalho importantes para os pais e alguns milhões de euros. “Sabíamos que ele era um grande jogador, fizemos tudo para tentar mantê-lo no clube. Infelizmente, não o conseguimos segurar e é vergonhoso que aos 16 anos se possa fazer contratos com jogadores, muitas vezes aliciando os pais com dinheiro, postos de trabalho, salários maiores e outros coisas mais”, disse Lotito, revoltado com a atitude do time inglês. O mais engraçado disso foi que os olheiros do Manchester não foram à capital romana para ver Macheda e sim para ver outro jogador. Quando viram o faro de gol desistiram do outro atleta e se encantaram por ele.

Outras matérias deste colaborador, clique aqui.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo