Lyon: Reinado ameaçado ou não?

por Henrique Barbosa de Souza

Nas últimas temporadas, pensar em campeonato francês era pensar no Lyon vencendo a competição com grande vantagem sobre as outras equipes. Vencedor das últimas seis edições da Ligue 1, o time conquistou praticamente todos os torneios a nível nacional, mas mesmo assim não conseguiu ganhar a competição mais importante do continente.

Na Champions League, o Lyon nunca conseguiu passar das quartas-de-final, e nas últimas três temporadas a equipe sofreu derrotas traumáticas para PSV, Milan e Roma. Primeiro, na temporada 04/05, chegou às quartas-de-final e foi eliminada nos pênaltis pelos holandeses. Na temporada seguinte foi a vez do Milan acabar com o sonho francês de conquistar a UCL na mesma fase. Já na temporada passada, o Lyon foi superado nas oitavas-de-final pela Roma.

Além da eliminação precoce, o time viveu um princípio de crise, quando chegou a perder alguns jogos no campeonato nacional, o que foi apaziguado com a conquista do título francês. Na temporada que se inicia, vimos o Lyon ser derrotado duas vezes nos seis jogos que disputou, ocupando a quinta posição.
No período de transferências europeu, o Lyon perdeu jogadores importantes como Tiago, que foi contratado pela Juventus; Abidal, que se transferiu para o Barcelona; Malouda, que foi para o Chelsea; o ex-capitão Caçapa, agora no Newcastle, e outros mais. Além de perder peças-chave do seu elenco, o Lyon também deu adeus ao técnico Gérard Houllier.

Para os seus lugares, o Lyon trouxe o argelino Belhadj, do Sedan; o italiano Fabio Grosso, da Inter de Milão; Bodmer e Keita, do Lille, e para suprir a ausência dos machucados Coupet e Cris foram contratados Anderson, do Benfica, e Roux, do Ajaccio. Para a vaga de técnico, veio Alan Perrin, que vinha comandando o Sochaux.
O Lyon sempre foi conhecido por vender bem os seus jogadores e contratar bons substitutos a preços baixos. Nessa temporada, o time conseguiu um bom dinheiro com as vendas de Tiago, Abidal e, sobretudo, Malouda. Teoricamente, os reforços trazidos são bons jogadores que poderiam substituir à altura os atletas negociados. Apesar disso, o Lyon já foi vencido por equipes como Toulouse e Lorient, que são bastante inferiores ao hexacampeão francês. Ainda assim, se o Lyon jogar o que pode, dificilmente o título lhe escapará.

Na Liga dos Campeões, o time caiu em um grupo difícil, que tem Barcelona, Stuttgart e Rangers como adversários. Resta ver se o Lyon vai conseguir se impor e conseguir a classificação neste que é apontado como um dos mais equilibrados grupos da competição. Juninho terá mais uma vez a responsabilidade de ser a referência dentro do campo de um time mudado e que luta para se afirmar como uma das grandes forças do cenário europeu.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo