Loucuras da janela

A janela de transferências do verão europeu (para os leigos: essa que estamos agora) costuma trazer surpresas. Sim, grandes transferências costumam acontecer, mas algumas delas são completamente inesperadas. Para não dizer absurdas mesmo.

O melhor time do mundo quer se reforçar, todos sabem. O Barcelona especula Cesc Fàbregas, Alexis Sánchez, Neymar e até Giuseppe Rossi. Só que o nome que apareceu na última semana na lista de alvos dos blaugranas é que causou estranheza no mundo do futebol – particularmente nos brasileiros.

O nome é André Santos. Sim, ele, ex-Corinthians, atualmente no Fenerbahçe. Logo um lateral esquerdo, algo que não está em falta só Barça (é só lembrar que o titular é Abidal e ainda há dois brasileiros, Adriano e Maxwell, na reserva). Só resta saber de onde o time tiraria dinheiro para tantas transferências, já que os próprios dirigentes declararam que o time tem € 45 milhões para gastar.

A transferência de Fàbregas, inclusive, pode ter um “desconto”. Isso porque o Barcelona estuda colocar dois jogadores no negócio para abater o preço: o francês Eric Abidal e o brasileiro Maxwell – lembrando que o time perdeu um lateral esquerdo e que Abidal, além de lateral, atua como zagueiro, posição problemática nos Gunners. Será que rola um descontinho aí, Wenger?

Como os catalães conhecem com quem está lidando, sabem que esse negócio de mandar jogadores experientes não costuma funcionar para convencer o Arsenal. Então, quem pode entrar no negócio é Jon Toral e Hector Bellerin, dois jovens que o clube mandaria direto para Londres em contrapeso ao capitão dos Gunners. Isso deve dar aquele sorrisinho maroto ao técnico francês e facilitar o negócio. Só não pode querer contratar de volta por € 40 milhões, hein Barça?

Falando em gigante espanhol, no Real Madrid uma especulação começou a tomar conta do time. Depois da contratação de Fábio Coentrão, que custou nada menos do que € 30 milhões, já se diz que o lateral brasileiro Marcelo pode tomar o caminho da roça. Ou melhor, da moda. É, Milão seria o destino. Seria um ousado negócio que envolve a troca de dois laterais brasileiros: Marcelo vai para os nerazzurri, Maicon, desejo antigo do Real Madrid, vai para a capital espanhola.

E se loucura pouca é bobagem, então que tal uma para o Sir Alex Ferguson? Sim, porque ele é um gênio, mas de gênio e louco, todos temos um pouco, né? Parece que a loucura do escocês será um atacante. Com Dimitar Berbatov de saída do clube, o nome para substituí-lo no elenco é um holandês voador. Imagina quem? Vou dar uma dica: é o artilheiro da seleção holandesa nas eliminatórias para a Eurocopa. Aliás, é o artilheiro das eliminatórias como um todo. Um matador! Nada ainda? Ora, é ele, o caçador implacável: Klaas-Jan Huntelaar! O fato de ele ter ficado na reserva do Schalke 04 não quer dizer nada.

Por sinal, Ferguson quer porque quer contratar o meio-campista Luka Modric, do Tottenham. Para isso, pode desembolsar cerca de € 15 milhões e ainda ceder dois jogadores aos Spurs. Resta saber quais. Um dos especulados é Dmitiar Berbatov, que já brilhou por lá.

O Tottenham tenta mandar o croata, mas já trabalha no seu sucessos. É o time que está mais perto de contratar o meia Ante Vukusic, do Hadjuk Split, chamado no seu país, inclusive, de novo Luka Modric, algo que sempre ajuda na carreira (ajuda a destruir).

Como falamos de Holanda, o AZ quer voltar a ser um dos times que disputa o título da Eredivisie. Sim, e para isso a ambição tem que ser alta, grande, enorme. Isso se traduz nas contratações que o time faz. Mostra que o clube irá brigar. O nome para levar o time à glória é de um jogar de seleção. E que marcou incríveis dois gols na Copa Ouro. Tem mais: com o nome que tem, ele está predestinado a aparecer, e muito: Josy Altidore, atualmente no Villarreal. Isso que é contratação de peso, hein amigos?

Aliás, falando em Copa Ouro, quem se destacou por lá foi a eterna promessa Giovanni dos Santos. Depois de flopar em diversos clubes (Barcelona, Tottenham e Galatasaray, especificamente), o mexicano conseguiu relativo sucesso no Racing de Santander e pode pintar em um novo clube espanhol. Desta vez, quem pode contar com os serviços do mexicano é o Sevilla. Boa, rojiblancos! Assim o time pode brigar, sei lá, pelo sétimo lugar, quem sabe?

Na Itália, dizem que o Milan está de olho em um ucraniano, na tentativa de repetir o sucesso de Andriy Shevchenko. E, não por coincidência, ele joga no mesmo clube. Trata-se de Andriy Yarmolenko, de 21 anos, camisa 9 do Dynamo Kiev. Com 1,87 metro de altura, pode atuar tanto mais aberto pela esquerda quando centralizado, na área. Segundo informações que correm na Itália, o seu agente estaria na Itália negociando sua contratação.

Aliás, o Milan pode inclusive fechar um pacote com o Dynamo Kiev, porque um atacante um pouco mais experiente também pode pintar. É Artem Milevskiy, 26 anos, jogador da seleção ucraniana. Um pacote de ucranianos que faria com que o time ficasse com um excesso de atacante no elenco. Parece improvável, mas lembremos que a janela é dada a exageros, burrices e loucuras em geral.

Um italiano que pode pintar no leste europeu é o atacante Antonio Floro Flores, que fez ótima segunda metade de temporada emprestado ao Genoa, com dez gols em 17 jogos. O nome do atacante é visto com muitos bons olhos pelos russos do Rubin Kazan, que disputará a Liga dos Campeões. O jogador, de 28 anos, poderia dar mais força ofensiva a uma das equipes que joga o futebol mais feio da Rússia.

Se uns chegam, outros partem. Ou podem partir. Ibson, do Spartak Moscou, pode deixar a grande mãe Rússia para desembarcar no Rio de Janeiro ou até mesmo Porto Alegre. Isso porque o Fluminense pensa na sua contratação, mas o Grêmio trabalha também para levar o meia para o tricolor. Daria mais experiência ao time. Resta saber, como sempre, quem terá grana, porque essa história de acertar com jogador, nós sabemos, não adianta nada. Se falar que só falta avisar os russos, a coisa complica.

Dinheiro, por sinal, é algo que não falta ao Manchester City. E, por isso, tenta levar o argentino Ezequiel Lavezzi, do Napoli, para Eastlands. Ele, um dos mais cotados da seleção argentina (para deixar o time, mas não conta para os árabes do City), pode ser o jogador que substituirá a contratação frustrada de Alexis Sánchez, que esnobou o clube porque prefere o Barcelona.

É, amigos, essa janela de transferência é mesmo um hospício em forma de negociações.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo