Liga Ibérica

Quatro times, dois países, um grande favorito e a possibilidade de um super clássico. A Liga Europa, que já pode ser chamada de Liga Ibérica, reúne adversários em momentos bem distintos na temporada.

O Porto, sem dúvida, larga na frente na corrida pela taça. Hulk está desequilibrando, é hoje um dos principais atacantes da Europa. Ao seu lado, um jogador que vive momento inspirado e marca em todos os jogos – Radamel Falcao. Mais atrás, um volante firme na marcação, com bom passe e ótimo finalização – Freddy Guarín. No banco, a revelação da temporada entre os técnicos, André Villas Boas.

Tudo isso, somado ao fato de não precisar mais lutar por algo em seu campeonato nacional, torna os Dragões os maiores favoritos ao título. O Porto tem time de Liga dos Campeões. É, por exemplo, melhor do que o Schalke, em uma análise simples e direta.

Terá pela frente o Villarreal, segundo melhor time da Liga Europa analisando seu elenco e campanha. Porém, o Submarino Amarillo tem muito a se preocupar no Campeonato Espanhol. Na quarta colocação, está seis pontos atrás do Valencia na briga por uma vaga direta na fase de grupos da próxima LC. Certamente terá que dividir as atenções nas próximas semanas, e isso pode ser um fator negativo – apesar de Giuseppe Rossi.

Do outro lado há um Benfica em situação similar ao Porto e um Braga parecido com o Villarreal. Os encarnados já garantiram o vice-campeonato português e a vaga na terceira fase eliminatória da próxima Liga dos Campeões. Os arsenalistas, por sua vez, ainda lutam com o Sporting pelo terceiro lugar e o posto nos play-offs da Liga Europa da próxima temporada.

De qualquer modo, é um confronto regional, algo que sempre torna as partidas menos europeias para as equipes e com mais cara de liga nacional – ou seja, menos pressão. O Benfica tem mais time, mais talento, mais jogadores com capacidade para decidir a vaga em um lance individual. O Braga, por outro lado, tem uma equipe que já foi avacalhada por este que vos escreve, e aqui cabem algumas explicações.

Escrevi, ainda na fase de grupos da LC, que o Braga era um time de Série B. O tempo, como é possível perceber, provou que eu estava equivocado. O Braga é um clube com jogadores brasileiros medianos, que formaram um belo time sob o comando de Domingos Paciência e conduziram a equipe a resultados improváveis. Desbancou favoritos, soube jogar a competição e fez por merecer um lugar entre os quatro melhores.

De qualquer modo, se é para cravar uma final, aposto em um jogo histórico entre Porto e Benfica no dia 18 de maio, em Dublin, regado a muita Guinness.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo