Levezinho

Liedson, quando se olha no espelho depois do jogo, deve ver apenas uma camiseta e um calção flutuando. Deve se sentir invisível.

Sim, porque não é possível que nenhum técnico de Seleção perceba que ele continua marcando gol atrás de gol. Ontem, foram mais dois, contra a Roma.

Pode não ser o atacante dos sonhos do Brasil, mas é um jogador que pode oferecer mais do que os atuais favoritos de Dunga têm apresentado.

Está na hora da chance para o Levezinho.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo