Grupo H: Olympiacos

Ficar de fora da fase de grupos da Liga dos Campeões passada já doeu. Dor que se tornou ainda mais lancinante, por dar ao Anorthosis Famagusta, do Chipre, a oportunidade de protagonizar a zebra e chegar à fase de grupos. Mas dificilmente imaginava-se fecho ainda mais cruel do que ver o arquirrival Panathinaikos cair no grupo dos cipriotas, superá-los e alcançar as oitavas de final da LC. Para piorar, nem a Copa Uefa trouxe consolo, já que o Saint-Etienne foi o vencedor, no duelo da segunda fase. O desempenho honroso do rival é o que motiva o Olympiacos a fazer melhor nesta temporada.

Para tanto, é verdade, a equipe perdeu alguma experiência. Afinal, o capitão Predrag Djordjevic já não estará em campo, aposentado, após 13 anos e 341 jogos pelos Thrylos. Mas o jogador a herdar a braçadeira do sérvio não é menos gabaritado a ser o ponto de segurança do time. Já há cinco anos na equipe, o goleiro Nikopolidis, 38 anos, consegue apagar mais e mais da mente da torcida os 15 anos passados no rival alviverde. Para fortalecer a defesa dos alvirrubros, outro jogador experiente foi trazido. Vindo do Aston Villa, o sueco Mellberg será o parceiro de Avraam Papadopoulos.

O meio-campo também recebeu reforços de alguma experiência, e nível técnico suficiente para não deixar que as saídas de gente como Patsatzoglou e Belluschi sejam muito sentidas. Afinal, o argentino Ledesma já voltou ao clube sendo titular, após o empréstimo ao San Lorenzo. E Enzo Maresca ajudou bastante nas boas campanhas do Sevilla, nas últimas temporadas. Meias mais ofensivos, ambos devem ser mais liberados por Dudu Cearense, que cada vez mais vira peça-chave do setor na equipe.

Finalmente, no ataque, a disputa pelas duas posições no 4-4-2 de Temuri Ketsbaia (que treinava justamente o Anorthosis, algoz na LC passada), substituto de Ernesto Valverde no comando da equipe, deve ser boa. Afinal, dois brasileiros, Leonardo e Diogo, têm a concorrência de um argentino, Galletti. E só para decidir o parceiro de Mitroglou por sua vez, com a vaga cobiçada pelo inglês Derbyshire, agora em definitivo no clube, após as boas atuações durante o empréstimo.

O Olympiacos conseguiu reforços de qualidade, e é apontado como provável parceiro do Arsenal, favorito destacado do grupo H, para ir às oitavas de final. Que é a exigência da torcida. Para igualar o Panathinaikos.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo