Grupo G: Carne de pescoço. Mesmo

Não dá nem para discutir que a Inter – campeã italiana com todos os méritos e toda a justiça – é a favorita para se classificar no grupo G. O risco que correm os italianos é que todos os três rivais são cascas de banana prontas para proporcionar um tombo épico. A Inter é favorita, mas qualquer combinação entre os classificados é possível.

Como time, o italiano é o mais forte, especialmente pela quantidade de craques, de ‘match-winners’. Zlatan Ibrahimovic, Dejan Stankovic, Hernán Crespo e outros são um perigo constante, ainda mais quando a defesa consegue acertar o passo. O principal problema para a Inter é o equilíbrio psicológico, nem sempre simples de se manter.

Para a Inter, enfrentar o PSV de Ronald Koeman é sempre um risco. Não se sabe se o reformulado time de Eindhoven virá com surpresas positivas ou negativas. Sem Alex e Cocu, o PSV alinha agora Lazovic e Pérez para formar um time sempre ofensivo, mas que no último ano tinha uma defesa consistente.

Igualmente perigoso é o time do Fenerbahçe de Alex. Verdade: o único “craque” do time é o brasileiro, mas não faltam jogadores de qualidade como Diego Lugano, Roberto Carlos e Tuncay para romper o tabu de sempre ir mal na Europa – mesmo com tantos sucessos domésticos.

Da Rússia, o CSKA também não deve ser bolinho para a Inter. Com potencial financeiro e boas contratações, os russos, vencedores da Copa Uefa há dois anos, têm um time equilibrado e uma defesa muito coesa, que tem o líder Ignashevich e os irmãos Berezutski.

APOSTA TRIVELA: Internazionale e (empatados) PSV e Fenerbahçe

GRUPO G
Internazionale – ITA
PSV – HOL
Fenerbahçe – TUR
CSKA – RUS

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo