Grupo F: Internazionale

Quatro vezes Inter! A Itália parece já ter sido suficientemente conquistada pelos nerazzurri, que desde 2006 levam pra casa todo ano o scudetto. Porém, a conquista da Europa ainda faz falta à Internazionale – depois de 45 anos sem a honra – e será nesse pensamento que o clube de Milão deverá focar a sua temporada.

Para a tarefa, significativas mudanças: o decisivo atacante Zlatan Ibrahimovic trocou a Itália pela Catalunha, enquanto o camaronês Samuel Eto’o fez o caminho inverso, deixando o atual campeão europeu, Barcelona, para compor o ataque do time de José Mourinho. A saída do sueco afeta a Inter especialmente no que toca o poder de decisão: o talento individual do jogador foi imprescindível na conquista dos recentes títulos do grupo.

Já a chegada de Eto’o e Diego Milito forçou uma mudança no esquema tático de Mourinho, sendo o 4-4-2 a provável aposta do português. Apesar de um começo desajeitado, em empate em 1 a 1 contra o recém-promovido Bari, a Inter agregou confiança com o ótimo resultado no dérbi de Milão, ao derrotar por 4 a 0 o Milan de Leonardo. Não bastasse a goleada sobre os grandes rivais, o elenco atuou de forma impecável, unida e organizada. As novas peças pareceram se encaixar para formar um entrosado grupo, competitivo o suficiente para o sucesso na LC.

A dupla contratada do Genoa, Milito e Thiago Motta, mostrou que trouxe para o lado nerazzurro o entrosamento que sustentou na equipe anterior. O brasileiro alia marcação e boa visão de jogo no meio-campo, enquanto o conterrâneo Lúcio, do Bayern de Munique, trouxe solidez para a defesa. Quaresma, que deixou o Chelsea na esperança de recuperar o bom futebol, não demonstrou até então que ainda tem forças para se destacar, e deverá continuar coadjuvante de um grande elenco. Como aposta, a Inter trouxe também o jovem atacante Arnautovic, do Twente, que se recuperou de lesão e já está à disposição de Mourinho.

Mas o destaque da chave não poderia ser outro que não o confronto que abrirá a competição, colocando frente a frente dois grandes jogadores diante de suas antigas equipes. Ibrahimovic entrará em campo com a camiseta azul-grená, pela primeira vez em um torneio europeu, para encarar o time que tantas vezes carregou nas costas em importantes vitórias na Itália; do outro lado, o camaronês Eto’o, que passou cinco anos com os blaugranas, agora tentará preencher o espaço deixado pelo adversário sueco no grupo nerazzurro.

Contra os azarões Dynamo Kiev e Rubin Kazan, o confronto direto parece estar selado logo na primeira disputa. Assim, o desempenho de uma equipe reformulada poderá ser posto à prova já no primeiro jogo e, quem sabe, definir o que poderá se esperar da Internazionale na campanha 2009/10.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo