Grupo A: Juventus

Uma promissora conexão Brasil-Itália pode ser responsável por uma campanha longeva da Juventus na Liga dos Campeões. Em sua primeira temporada como técnico efetivo, Ciro Ferrara conta com quase toda a defesa titular da seleção italiana e reforçou o meio-campo com dois brasileiros de alto nível: Diego e Felipe Melo. Uma dupla que deve valer os quase € 50 milhões investidos.

Diego é considerado o principal reforço do futebol italiano para esta temporada, e logo nas primeiras rodadas da Serie A mostrou estar pronto para corresponder às expectativas. Não por acaso Ferrara mudou o esquema da equipe para jogar em função do ex-Werder Bremen, um 4-3-1-2 em que o meia liberdade para criar e encostar nos homens de frente. Iaquinta e Amauri partem como titulares, com as valiosas opções de Del Piero e Trezeguet no banco.

Na defesa, as chegadas de Cannavaro (de volta após três anos no Real Madrid) e Grosso são uma boa notícia não apenas para a Vecchia Signora, mas também para a Azzurra, que terá na Copa do Mundo uma retaguarda cheia de entrosamento. Eles se juntam a Buffon e Chiellini no setor. Apenas o lateral-direito (o tcheco Grygera) não é titular com Marcello Lippi na seleção.

Na última temporada, sob o comando de Claudio Ranieri, a Juve dominou seu grupo, inclusive com duas vitórias sobre o Real Madrid, antes de cair diante do Chelsea em um confronto equilibrado nas oitavas de final. Desta vez, a expectativa é de pelo menos chegar mais longe, já que parece haver equipes melhor preparadas para o título.

Ferrara tem história como jogador bianconero, tendo defendido o clube entre 1994 e 2005. Estava em campo no último dos dois títulos europeus já conquistados pela Juve, em 1996, na vitória nos pênaltis sobre o Ajax no estádio Olímpico de Roma. Como treinador, ainda está começando, mas o exemplo de Pep Guardiola, campeão de tudo em sua primeira temporada com o Barcelona, mostra que nem sempre isso é um problema.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo