Go Home

– Babbo, o BerTiozzinho ligou perguntando do fanfarrão que não entregou a coluna na semana passada?

– Filhão, esperei a definição da Euro-08. E o feriadão, excesso de trabalho nas Eliminatórias, as coletivas do Dunga, o aquecimento solar, roubo de Rolex nas ruas…

– Tá legal… É que você já tinha preparado um texto esculhambando o Donadoni e a Squadra Azzurra, que não iria se classificar para a Euro, que a estupenda Escócia é muito legal, que o malte é maravilhoso, que as bandas como Teenage Fanclub, Travis e Texas são fantásticas, que o monstro do Loch Ness lembra uma amiga sua de infância…

– Ah, isso lembra mesmo. É uma mistura da Guzula com o Loch Ness.

– Isso porque é sua amiga… E nem parece que você torce pela Itália, caramba. Que vitória! Gol de Panucci, no fim! Eles são iluminados, mesmo!

– O Panucci é o Forrest Gump italiano. Está sempre bem colocado, no time certo, na hora exata. A vitória em Glasgow foi tipicamente italiana. O time não tem sido aquelas coisas, não tem mais Totti. Mas a grinta segue a mesma.

– “Grinta” é gana, é garra, né? Só teve tudo isso pela grita da galera e da imprensa italiana. Aliás, por lá eles têm o nome certo da mídia. É “prensa”. Eles pressionam mais que vocês aqui no Brasil. Imagine se o Dunga treinasse a Itália…

– Primeiro, ele não poderia, porque a legislação impede que alguém sem diploma trabalhe como técnico – o que não significa dizer que o Dunga não seja um bom treinador.

– Pára de fazer média e me diz aí: o Donadoni tem mérito ou não?

– Teve, sim. O Cassiano Ricardo escreveu bem no texto dele no Trivela. Não sei se ele está mais maduro e preparado para assumir a Itália. Mas a seleção foi tudo isso na Escócia. E como ele bem definiu, não foi um 4-3-3. Os pontas foram os “esterni” de sempre. Camoranesi e Di Natale não são pontas. Eles compõem o meio-campo. E foram muito bem.

– Não vai falar nada do Ambrosini, o filho do Retrancarlo Ancelotti?

– Tenho de admitir. Ele está bem no Milan, e melhor ainda na Itália. Até para liberar o Pirlo para pensar o jogo. É fundamental que ele saia mais para a partida, para a criação, até para assumir algumas das responsas deixadas pelo Totti. Ele é o grande regista do time. Mas não pode ser tão “arretrato”. Tem de avançar um tanto mais, até pela qualidade do passe, lançamento e chute.

– A única coisa mais ou menos certa que você falou foi a respeito da Inglaterra. Os caras não podem decidir nada em casa. Eles não sabem.

– Nem em casa e nem fora. Que o Steve McLaren não era o treinador ideal, até o Príncipe Charles (aquele que prefere a Camila Bowles a Lady Di) já imaginava. Mas perder para a Croácia? Em casa? Foi ainda pior que a eliminação em 1973 para a Polônia. Primeiro porque aquele era um senhor time. Segundo porque tinha um goleiro, o Tomaszewski, que pegava tudo. Sobretudo pênaltis.

– Mas os caras não amarelaram um pouquinho?

– Um poucão, filhão. Um poucaço. Mas só isso não explica. Ainda entendo que eles precisam de um choque tático. Aprenderem com os tantos estrangeiros em campo e no banco como fazer para mudar os jogos. Como ler as partidas. Como não fazer tão feio. Como evitar tantos fiascos. Não é acaso mais uma eliminação ridícula.

– Mas é uma pena eles não jogarem a Euro.

– Claro. Até porque a Rússia fez de tudo para não se classificar. Nhô Ruim e o Nhô Pior. My God! A troca no comando técnico é necessária. Becks ainda pode jogar mais um pouco. Mas todo o time precisa jogar muito mais. Não acho que seja necessária mudar tudo. Talvez só a mentalidade. Já disse o nosso considerado Mozart Maragno: o Beckham ainda joga nesse time. Mas não pode fazer tudo sozinho no meio de uma zona de dar desgosto.

– Quem você contrataria para a Inglaterra?

– O Big Phil não funcionaria em inglês e com a imprensa inglesa. Eu daria os tubos pelo Arsène Wenger. Ele já compra várias brigas por lá. Uma a mais, why not? Como sei que é difícil, pegaria o Mourinho.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo