Futebol, arte e cultura

Quantas vezes não ouvimos dizer que a vida imita a arte ou vice-versa. Agora é a vez do historiador Hilário Franco Júnior nos trazer a idéia de que o futebol imita a vida. Ou vice-versa. Percebendo que o futebol é pouco estudado no Brasil, o autor, que é aposentado da USP e trabalha na École dês Hautes Études de Paris, investigou profundamente o ludopédio bretão dentro e fora das quatro linhas.

Sob o olhar de um especialista em Idade Média, “A Dança dos Deuses: Futebol, Sociedade, Cultura” tenta explicar a contemporaneidade do mundo a partir do futebol. Seguindo uma tendência atual na historiografia, a qual não fragmenta a História em econômica, política ou social, o professor Hilário Franco Júnior faz um belo estudo de todo o conjunto que é o futebol.

A primeira parte do livro é histórica, traçando um paralelo entre a história do futebol e a história geral do mundo contemporâneo. Já no primeiro capítulo, por exemplo, a origem do futebol e a Revolução Industrial surgidos na Inglaterra servem como exemplo para a tese do autor. No Brasil, mostra-nos como o rádio uniu as paixões política e futebolística na época de Getúlio Vargas. Seguem ainda fartos exemplos de como o futebol ajuda a explicar acontecimentos de vários períodos históricos aqui e em todo o planeta.

Uma abordagem mais analítica é o que vem na segunda parte de “A Dança dos Deuses”. É a parte mais difícil do livro, pois é nela que a estrutura do futebol é investigada como metáfora sociológica, antropológica, religiosa, psicológica e lingüística. Recorrendo a Freud e a outros filósofos, Franco Júnior conclui que o futebol é, por mais ocidental que seja, o fenômeno cultural mais difundido no mundo hoje, botando por terra o paradoxo entre a complexidade do futebol e sua simplicidade aparente.

Num país com literatura futebolísitca ainda pobre e com predominância de obras descritivas, um livro com abordagem analítica merece muita atenção, pois – além de sua riqueza intelectual- pode provocar uma motivação para que possamos ver o futebol mais profundamente. O clássico autor e goleiro Albert Camus já afirmara que a maior parte do que sabia da vida aprendera jogando futebol, citação lembrada por Hilário Franco Júnior que, mesmo são-paulino, nos faz pensar que futebol é muito mais que bola na rede.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo