Fabuloso!

 E não é que, contra todos os prognósticos, inclusive da diretoria tricolor, Luís Fabiano está de volta ao São Paulo? Aos 30 anos, sem problemas conhecidos de contusão, sem fama de baladeiro, e certamente ainda com mercado na Europa, o atacante volta ao Brasil. Mais: volta escolhendo jogar no clube que o tornou famoso. Talvez não seja inédito, mas é raro.

A identificação de Luis Fabiano com a torcida do São Paulo é, de fato, algo raro. O jogador nunca teve o “perfil são-paulino”. Pelo menos não o perfil clássico, ou um deles: não é uruguaio, nem é um 10 “classudo”. Mais: seu único título relevante pelo time do Morumbi é um mísero Rio-São Paulo. Integrou um timaço, o de 2002, quando foi artilheiro do Brasileirão, mas é bom lembrar que esse é o “período das pipocas” da história do São Paulo.

Mesmo assim, é idolatrado pela torcida tricolor em níveis rogeriocenísticos.
Se vai funcionar é sempre um mistério, mas os ingredientes estão quase todos lá. A diretoria tricolor, que há muito andava um pouco afastada de seu time, deu uma bela bola dentro. A questão, porém, agora, é saber contra quem jogará Luis Fabiano. O que, aliás, coloca mais uma pitada de tempero na contratação: se o Brasileirão “rachar”, que campeonato terá mais atrativos: o de Neymar e Ganso, o de Fabuloso, o de Liédson ou o de Ronaldinho Gaúcho?

Alô, cartolas, eu quero ver esses caras jogando uns contra (todos) os outros.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo