É bom o time

Tudo bem, falar agora, depois que os caras ganharam do virtual campeão, é fácil. Ainda mais que o São Paulo jogou sem disposição depois da derrota do Cruzeiro, e com Alex Silva, o que sempre é problemático. Mas é o seguinte: o time do Flamengo é bom para o nível do nosso campeonato. E se tiver alguém na redação da Trivela com vergonha na cara (acho que não tem) os caras vão admitir que eu digo isso desde o começo do ano.

Pra começar, o Flamengo tem um bom goleiro, o que poucas equipes no Brasil tem. Até aí, o Corinthians também tem, vai. Além disso, tem bons laterais. Me arrisco a dizer que nenhum time no Brasil tem uma dupla de laterais como a do Flamengo, com dois caras que, apesar de não serem craques, jogam uma bola redondinha, e são razoavelmente regulares. No meio a coisa complica um pouco, mas em que time não complica?

Há que se admitir que a chegada de Ibson deu um toque de classe que o setor não tinha, mas jogadores como Renato Augusto não aparecem em todos os clubes do Brasil. E, antes de Ibson, havia lá Renato. Pra fechar, o time tem um ataque mediano, mas acima da maioria das outras equipes. Souza é um “grossão”, mas foi o artilheiro do Brasileirão do ano passado. É melhor que Max, melhor que Finazzi, que Alex Dias, que Tuta…

Parte da “culpa” pelo Flamengo ter estado lá em baixo por tanto tempo é dos jogos adiados, como se vê agora que eles foram realizados. Não se pode, porém, ignorar que o time tem no banco Joel Santana, e antes tinha Ney Franco. E que a diretoria, apesar de ter sido bastante competente na montagem do elenco – mais uma vez deixando claro, dentro dos padrões do campeonato – insiste em jogar para a torcida, fingindo que o time pode ser mais do que é.

Ajuda também o fato de que boa parte da mídia carioca é flamenguista, e insiste nos bordões do tipo: “Isso não é jogador para o Flamengo”. Como conta Mauro Cézar Pereira, houve quem dissesse isso sobre Junior quando o lateral apareceu na Gávea.

Zico é hoje técnico do Fenerbahce, e, se ainda jogasse, não jogaria mais no Brasil. Na Gávea, o que dá pra ter hoje é o que tem lá. A hora que a diretoria fizer a torcida entender isso, o Flamengo pode voltar a sonhar com grandes glórias. Se tivesse tido esta postura esse ano, provavelmente estaria agora brigando por Libertadores. Elenco pra isso, tem.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo